Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 
Filtro:
ciencia [x]
  •      Se ontem quase todos identificamos algumas bobagens sem pé nem cabeça na história da mensagem subliminar do logotipo do Google, hoje será a vez de desestimarmos (ou não) uma das mais famosas e prestigiadas instituições educativas, O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos EUA, que acaba de publicar uma pesquisa com tão baixo nível de consultados e, levando em conta o foco da mesma, que tenha sido realizada dentro de um segmento que vai entre os 16 e 25 anos.   (continua)

  •      Astrônomos encontram objeto prestes a ser devorado pelo buraco negro da Via Láctea

         Um grupo de astrônomos descobriu uma nuvem de gás, com massa três vezes maior que a da Terra, que está se aproximando rapidamente do buraco negro que fica no centro da Via Láctea.
         O achado foi feito com ajuda do telescópio VLT (Very Large Telescope), do Observatório Europeu do Sul. Esta é a primeira vez que uma nuvem "condenada" é vista prestes a ser devorada, como conta estudo que será publicado na revista Nature em janeiro.   (continua)

  •       Cientistas afirmaram ontem que encontraram sinais do bóson de Higgs, uma partícula que se acredita que tenha exercido um papel vital na criação do Universo depois do Big Bang. Cientistas do centro de pesquisas Cern, situado perto de Genebra, disseram, entretanto, que não encontraram nenhuma prova conclusiva da existência da partícula que, de acordo com as teorias prevalecentes da física, confere a todas as coisas do universo a sua massa.  (continua)

  •      Blogueiros especializados em ciência afirmam que a tão esperada resposta sobre o Bóson de Higgs pode sair até meados de dezembro de experiências realizadas pelos cientistas do Centro Europeu de Investigação Nuclear (Cern, em francês). Eles afirmaram que estão concentrados na busca por esta "partícula divina", o último elemento que falta no modelo padrão da física de partículas.   (continua)

  •       Da BBC Brasil via Blog do Luis Nassif

          Avanços no DNA permitirão viver "150 anos". É impossível não se perguntar o que há de extraordinário no DNA do professor de Harvard George Church que o leva a tanta inquietação científica.
           Primeiro cientista a sequenciar um código genético humano, o professor crê que as evoluções científicas nesta área ainda podem levar os indivíduos a viver "120, 150 anos".    (continua)

  •       Revista Science Translational Medicine

          Algumas espécies de macacos têm um gene que pode ajudar a ciência a criar uma vacina contra o Vírus da Imunodeficiência em Símios (VIS) - uma situação que, por sua vez, contribuiria para o desenvolvimento de imunizantes contra a Aids em humanos, sugere um estudo divulgado nesta quarta-feira.   (continua)

  •      Por Edsonmarcon - De O Globo

         O físico Leonard Mlodinow fala como a aleatoriedade define o futuro.

         Pode-se dizer que o físico americano Leonard Mlodinow é um homem de sorte. Seus pais, judeus europeus, sobreviveram ao Holocausto e emigraram para os EUA, onde se casaram. Anos mais tarde, ele estava bem embaixo das Torres Gêmeas no momento dos atentados do 11 de Setembro, escapando com ferimentos leves. Mas, onde alguns veriam a mão de Deus, o físico vê o poder da probabilidade e... (Ver Post Completo)

Copyright 2011-2019
Todos os direitos reservados

Até o momento,  17590620 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília