Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

29 anos sem BF Skinner

Enviado por Gilberto Godoy
29-anos-sem-bf-skinner

   Há 26 anos, no dia 18 de agosto de 1990, falecia Burrhus Frederic Skinner.

   Sem dúvida um dos psicólogos mais influentes de todos os tempos. Ele ocupou cargos nas Universidades de Minnesota e Indiana, e foi o condecorado com o título de "Edgar Pierce Professor" (importante título da Universidade de Harvard) de Psicologia na Universidade de Harvard, de 1958 até sua aposentadoria em 1974.

   A revista Time elegeu Skinner como o psicólogo mais importante e influente do Século XX.

   Seu trabalho pioneiro em psicologia experimental promoveu o Behaviorismo, modelando comportamentos através de reforçamento e descreveu os princípios do condicionamento operante com base na "Lei do Efeito" de Edward Thorndike, mas expandindo as implicações e suas aplicações.

   Entre os maiores impactos de seu trabalho está o Behaviorismo Radical, a filosofia da ciência que fornece estratégias para explorar e compreender os fatores causais que influenciam o comportamento humano através de relações funcionais.

   Embora tenha se tornado famoso por suas "Caixas de Skinner", um termo que ele nunca usou, seu impacto na Psicologia, nas Ciências do Comportamento e até na forma como enxergamos o homem pode ser considerado singular. Para Skinner, o mundo podia ser considerado uma enorme Caixa de Skinner.

   Mais do que qualquer outro campo da psicologia, talvez mais até do que a psicometria, a Análise do Comportamento de Skinner teve aplicações mais profundas, amplas e generalizadas que variam de Farmacologia Comportamental (estudos sobre vício, psicofarmacologia, toxicologia comportamental, etc.), ao ensino regular e especial (com enormes impactos nos métodos de ensino utilizados de escolas a universidades em todo o mundo), as primeiras intervenções na área de autismo, gestão organizacional, e a psicologia do envelhecimento.

   Entre seus livros mais influentes estão:
"Comportamento dos Organismos" (1938);
"Comportamento Verbal" (1957) e;
"Ciência e Comportamento Humano" (1953).

   Skinner deixou sua esposa Eve, e filhas Julie Vargas e Deborah Buzan. (Haggbloom, Steven J.; Warnick, Jason E.; Jones, Vinessa K.; Yarbrough, Gary L.; Russell, Tenea M.; Borecky, Chris M.; McGahhey, Reagan et al. (2002). Review of General Psychology 6 (2): 139–152.)

   Para mais informações, consulte a "B.F.Skinner Foundation": http://www.bfskinner.org
   A "Association for Behavior Analysis a International (ABAI): https://www.abainternational.org
   E "The Cambridge Center for Behavioral Studies" http://www.behavior.org

     Fonte: texto original por Travis Thompson. Tradução e adaptação: Instituto Cinco.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    Há tempos que este blog deve uma homenagem a Antônio Abujamra. Ele nasceu em Ourinhos, 15 de setembro de 1932 e morreu em São Paulo, 28 de abril de 2015. Foi um diretor de teatro,ator e apresentador brasileiro, sendo um dos primeiros a introduzir os métodos teatrais de...   (continua)


  •    Ivan Guimarães Lins nasceu no Rio de Janeiro em 16 de junho de 1945. Um dos músicos de maior sucesso no mundo, tem uma obra belíssima. Um gênio naquilo que faz. Parabéns Ivan!

    "No novo tempo, apesar dos castigos
    Estamos crescidos, estamos atentos, estamos mais vivos
    Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
    (continua)


  •    O fotógrafo Evandro Teixeira registrou algumas das passagens mais importantes da história política latino-americana do século XX. Na chegada do General Castello Branco ao Forte de Copacabana (1964), na Passeata dos Cem Mil, no Rio de Janeiro (1968) e na queda do regime de Salvador Allende, no Chile (1973), lá estava ele, empunhando sua máquina fotográfica.   (continua)


  •    Charles Spencer Chaplin (Londres, 16 de abril de 1889 — Corsier-sur-Vevey1 , 25 de dezembro de 1977) foi o gênio mais universal do Cinema. Carlitos seduziu simultaneamente as massas e os intelectuais, fez rir e chorar as plateias de todo o mundo e, na linha do humanismo poético, o solitário tragicômico nos estimulou  ao desejo das coisas que nunca perecem:   (continua)


  •      "A vida pode ser muito mais ampla assim que você descobre um fato simples: tudo a sua volta que você chama de vida foi criado por pessoas que não são mais inteligentes que você, e você pode mudar isto. Você pode construir suas próprias coisas... uma vez que você aprende isto, você nunca mais será o mesmo." Steve Jobs


  •    Escritor, filósofo, professor, semiólogo e crítico literário, Umberto Eco é autor de vários ensaios sobre semiótica, estética medieval, linguística e filosofia, mas foi com a publicação de "O Nome da Rosa", seu primeiro romance, em 1980, que ganhou popularidade mundial, inclusive em Portugal. Traduzido para mais de 30 línguas e vencedor de vários prémios literários, o...   (continua)


  •     As variáveis que controlam as vidas humanas estão muito acima da nossa capacidade de compreensão. Inteligência não é garantia de sucesso de nenhuma espécie. Essa discussão vai longe, mas nosso objetivo aqui é contar um pouco da vida desses gênios cujas habilidades extraordinárias não foram suficientes para garantir a cada um deles um final de vida digno e tranquilo.   (continua)


  •        Edward Hopper (Nyack, 22 de julho de 1882 — 15 de maio de 1967) foi um pintor norte-americano conhecido por suas misteriosas pinturas de representações realistas da solidão na contemporaneidade. Em ambos os cenários urbanos e rurais, as suas representações de reposição fielmente recriadas reflecte a sua visão pessoal da vida moderna americana.   (continua)


Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília