Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

De cortar o coração

Enviado por Gilberto Godoy
de-cortar-o-coracao

   Uma menina síria levanta os braços em sinal de rendição ao confundir a câmera com uma arma, em um campo de refugiados da Jordânia, emocionando o mundo de novo. Apesar de sua curta idade, a garotinha assustada parece ter estampada a palavra "guerra" em seu rosto, como tantos outros milhares de compatriotas que tiveram de abandonar seus lares em consequência da guerra. Ao ver a imagem é impossível não se emocionar e ao mesmo tempo não sentir raiva pela situação.

   A imagem foi feita pelo coordenador de comunicações da Cruz Vermelha na Alemanha, René Schullhoff, que visita de forma regular este campo de refugiados, situado a 62 quilômetros ao leste da capital jordaniana, Amã. Em declarações ao Daily Mail, René assegura que não estava consciente da crueldade da fotografia até que começou a revisar todas uma a uma para editá-las, após abandonar o campo de refugiados.

   - "Fiquei muito surpreso por sua reação ante minha câmera. Sua cara de terror e suas lágrimas, evidenciam a tragédia que esta geração deve suportar", disse René confessando que teve de parar o que estava fazendo porque não conseguiu evitar o pranto. - "Em vez de brincar, como deveriam fazer todas as crianças de sua idade, crescem e vivem com medo em condições de extrema pobreza, onde falta quase de tudo."

   Uma imagem terrível e triste.  Crianças merecem viver seus primeiros anos brincando, aprendendo, ensinando aos adultos um mundo melhor!

     Fonte: Daily Mail.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    E assim vai a vida...


  •    Não cumprir com suas obrigações na cama poderia custar muito caro para quem vive na França. Um homem de 51 anos recebeu uma multa de 10 mil euros por faltar ao código civil francês, no qual se assinala que os casados devem sempre "compartilhar uma vida comunal".   (continua)

     


  •    Alguns se sentem mais confortáveis à luz do dia, popularmente se diz que são aqueles que vão dormir e acordar com as galinhas, mas outros preferem o breu da noite e muitas vezes vão dormir quando os outros se preparam para levantar.   (continua)


  •    O sapato está apertado e a festa é hoje? O cachorro encheu sua calca de pelos e a reunião é em 30 minutos? Comprou um anel e ele deixou seu dedo verde? Cade a pinça que estava na gaveta? Com certeza você já passou por alguma dessas situações...   (continua)


  •     " Eles nasceram sem cor, numa família de pretos. Três irmãos que sobrevivem fugindo da luz, procurando alegria no escuro...   (continua)


  •    Não que cortar lenha com um machado faça parte da sua rotina. Mas vale como exemplo de inovação e prova de que até a coisa mais básica, imutável por milhares de anos, pode um dia ser questionada e reinventada. A “lâmina-de-cortar” foi inventada…   (continua)


  •    Uma família faz uma viagem diferente pela Itália. Pai, mãe e filhos se aventuram de bicicletas em cidadezinhas, hotéis, pousadas, casas de parentes, estradas e monumentos. Muitos animais, comidinhas e surpresas... Vídeo belo e músicas agradáveis. Isto é vida!


  •    Conquanto os implantes anticoncepcionais não sejam algo novo, a Fundação Bill & Melinda Gates quer melhorá-los significativamente respaldando em termos financeiros uma empresa de biotecnologia de Massachusetts que busca desenvolver a próxima geração de dispositivos implantáveis.   (continua)


  •    Um avião de caça F16 da Força Aérea turca voou a poucos metros sobre uma multidão enquanto pousava no espetáculo aéreo de Waddington, na Inglaterra. Por pouco!


  •    Um veículo dos sonhos de qualquer motorista de grande centros urbanos. Bom, em realidade estamos ante um protótipo, já que o trabalho de Thorstin Crijns está em processo de testes. Trata-se de um multicóptero formado por 16 motores e um grande cluster de bateria de...   (continua)


  •    Nicholas James Vujicic (Melbourne, 4 de dezembro de 1982) é um pregador e palestrante motivacional e diretor da Life Without Limbs. Nascido sem pernas e braços devido a rara síndrome Tetra-amelia, Vujicic viveu uma vida de dificuldades e provações ao longo de sua infância.   (continua)


  •    De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e princípios de 80, não devíamos ter sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebê eram pintadas com cores bonitas, em tinta à base de chumbo, altamente tóxicas, que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos.   (continua)


Copyright 2011-2018
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília