Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

8 trocas que valem o investimento

Enviado por Gilberto Godoy
8-trocas-que-valem-o-investimento

     A busca por uma alimentação mais saudável nem sempre é fácil. Além de exigir 'força de vontade' e um tanto de disciplina, mudar hábitos à mesa, em casa e na rua, algumas vezes pode significar um aumento na conta do supermercado ou do restaurante.

     Algumas trocas que podem pesar mais no bolso têm também um peso muito superior no quesito saúde – e, nesses casos, devem ser consideradas não gastos, mas investimentos. Por exemplo, usar na salada o azeite extra-virgem em vez dos óleos comuns, como o de milho, também é uma opção muito mais saudável.

     Confira a seguir algumas dicas de substituições indicadas pelas nutricionistas Anália Barhouch e Daniela Schan Casagrande que acarretam uma enorme mudança na saúde e com isso valem cada centavo a mais gasto:

Refrigerantes x sucos
Não é novidade que, apesar de mais calórico, o suco natural é preferível ao refrigerante. Isso continua valendo, mas é possível também substituí-lo por chás, águas saborizadas (com menta ou limão, por exemplo), mate e suco de gelatina light. Outra opção interessante são as polpas, vendidas congeladas e que, misturadas à água, se transformam em deliciosos sucos.

Fast food x sanduíche natural
Almoçar uma refeição completa nem sempre é possível, dependendo da correria na rotina. Quando o tempo não permite sentar com calma para almoçar uma refeição equilibrada, evite cair na tentação de comer um hambúrguer ou outro tipo de fast-food e prefira um sanduíche natural, de preferência com pão integral, peito de peru (ou atum) e salada.

Verduras selecionadas x verduras a quilo
Só olhar aquelas embalagens prontinhas de mix de folhas no supermercado já desperta uma vontade maior de comer salada do que parar em frente à prateleira e escolher o alface, a rúcula, o agrião... Apesar de mais cara, a verdura embalada acaba tendo um benefício maior: as folhas não são desperdiçadas e já estão prontas para serem consumidas. Acrescidas de peito de peru, queijo minas e croutons, se transformam numa refeição saudável.

Pão branco x pão integral
Apesar de comumente serem mais caros, os pães integrais são muito mais nutritivos do que os preparados com farinha refinada (como o pão francês), promovem mais saciedade e contêm mais vitaminas do complexo B. Mas atenção: é bom lembrar que eles têm a mesma quantidade, ou até mais calorias por porção. Para quem prefere uma quantidade maior, mas está atento às calorias, os pães light/diet são uma boa opção.

Óleo de milho x azeite extra-virgem
Na hora de optar por uma gordura, escolha sempre a melhor versão. Quanto melhor a gordura, mais benefícios ao organismo ela trará. No caso do azeite de oliva extra-virgem, trata-se de uma excelente fonte de antioxidantes. Ele previne o envelhecimento precoce das células, além atuar na prevenção de doenças cardíacas. 

Castanha-de-caju x castanha-do-pará
Na escolha de uma oleaginosa, opte pela castanha-do-pará, mais rica em selênio do que qualquer outra. Ela pode ser mais cara, mas gera maior saciedade e faz um bem maior à saúde. Duas unidades por dia fornecem ao organismo a quantidade diária necessária de selênio.

Arroz branco x arroz integral
Apesar de as duas versões normalmente terem a mesma quantidade calórica, a integral tem baixo índice glicêmico, o que torna menor a velocidade com que o alimento chega à corrente sanguínea. Assim, a glicose vai sendo liberada aos poucos no organismo e a vontade de comer demora mais a aparcer de novo. No caso do arroz branco, a glicose é liberada rapidamente e a pessoa volta a sentir fome em um curto espaço de tempo. 

Chocolate ao leite x chocolate amargo

Os chocolates que contêm 70% de cacau na formulação têm propriedades antioxidantes, representando benefício à saúde, além do bem-estar provocado pela ingestão do doce em si. Já a versão ao leite dá ao organismo apenas açúcar e gordura, sem os benefícios agregados. 

     Fonte: Tatiana Tavares, especial para o iG São Paulo

Comentários

  • por: Douglas B. Felcar em quarta-feira, 23 de maio de 2012
    Entao... fazem 10 meses que nao como arroz branco, fast food, refrigerante, bebidas alcoolicas (eventual cervejinha de fds mais nunca mais de 2 latinhas) comendo de 3 em 3 hrs... sem pular nunca refeição. Alem de bem mais magro (BEM MAIS) nao fico doente, raramente acordo de mal humor, e tenho apreciado mtu mais o dia dia. OU seja... Comporte-se na alimentação e rotina, que tudo melhora.
  • por: Gilberto Godoy em quinta-feira, 24 de maio de 2012
    Concordo totalmente Douglas. "Comporte-se na alimentação e rotina, que tudo melhora." Não tem outro caminho! Valeu.

Também recomendo

  •    Um estudo publicado no ano passado mostrou que uma semana apenas passada dormindo menos de seis horas por noite resultou em modificações em mais de 700 genes. É alarmante. Veja abaixo a verdade assustadora do que pode acontecer com seu corpo quando ...   (continua)


  •    Ao menos desde os anos 90 uma das doenças infantis diagnosticadas com maior frequência é o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), um problema psicológico que paralelamente se revelou como um dos principais negócios das grandes farmacêuticas...   (continua)


  •    Wilson Ferreira via cinegnose.blogspot.com
      Neste momento a sociedade reúne todo um arsenal médico-terapêutico-psicológico-farmacêutico para extirpar o mal que atormenta milhares de almas: a melancolia. O professor de literatura inglesa da Wake Forest University Erik Wilson vê na obsessão pela busca da felicidade na atual sociedade de consumo como...   (continua)


  •    Passear no shopping, caminhar na praia ou com o cachorro, andar pela casa... para você, caminhada é tudo igual? Pode até parecer a mesma coisa, mas o resultado é completamente diferente quando se trata de uma caminhada seca gordura. O segredo? "Ela queima gordura e detona muitas calorias precisa por atingir uma faixa de frequência cardíaca...   (continua)


  •    Uma simples caminhada rápida nos arredores de casa pode ter um papel importante no combate à depressão, segundo pesquisadores de uma universidade na Escócia. Estudos anteriores já haviam demonstrado que exercícios vigorosos aliviam os sintomas da depressão, mas o efeito de atividades menos árduas ainda não foi analisado em profundidade.   (continua)


  •    Dois artistas populares no Brasil tiveram problemas graves de coração recentemente, apesar de serem adeptos de check-up regulares. O ator José Wilker faleceu por causa de um infarto no dia 5 de abril de 2014, aos 69 anos. Amigos próximos relataram que ele havia se submetido a exames recentemente.   (continua)


  •      Segundo o Ministério da Saúde, 51% da população brasileira acima de 18 anos está acima do peso ideal. Se você está nesse grupo de pessoas, então tem alguns quilinhos de gordura para perder. E talvez você fique mais motivado ao ver meio quilo de gordura humana - você precisa eliminá-la do seu corpo agora mesmo. No entanto, ainda há muitas concepções incorretas sobre a gordura — e alguns desses enganos podem atrapalhar seu esforço para perder peso. Então vamos nos livrar dessa desinformação ingerindo um pouco de conhecimento.   (continua)


  •    Algumas regras e conselhos médicos são bastante conhecidos. Fazer exercícios, controlar o estresse, maneirar no sal, alimentação balanceada, álcool sob controle, cigarro à distância, boas horas de sono... estas você já sabe ou deveria saber, de tanto que os médicos repetem. No entanto,  há muitos outros bons hábitos e fatores externos que são fundamentais para se chegar a uma “melhor idade” digna do...   (continua)


Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília