Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Suplementos vitamínicos funcionam como dizem?

Enviado por Habbas Gazan
suplementos-vitaminicos-funcionam-como-dizem-

     O negócio dos suplementos alimentícios equivale a ganhos superiores a 5 bilhões de dólares ao ano, mas sua regulamentação passa acima das leis que regem à indústria farmacêutica. Uma nova pesquisa publicada no New York Times, no entanto, revelou que as substâncias vendidas com diferentes fins raramente contêm a erva ou ingrediente que afirmam ter em sua publicidade.

   Utilizando um teste de DNA, um grupo de pesquisadores canadenses realizou o mapeamento dos ingredientes de 44 populares suplementos alimentícios disponíveis hoje em dia, propriedade de 12 grandes companhias, e o que encontraram -em lugar de equinácea ou gingko biloba- foram substitutos baratos, como soja, trigo ou arroz. Em um terço das pílulas não encontraram nem sequer restos das supostas plantas que diziam conter.

   O estudo foi dirigido por Steven G. Newmaster, professor de biologia e diretor de botânica no Instituto de Biodiversidade de Ontário, na Universidade de Guelph. O mais preocupante para Steven foi o fato de que estas companhias não só enganam seus consumidores, senão que as substâncias com as quais fabricam os suplementos vitamínicos podem ser inclusive venenosos para algumas pessoas.

     Assim, nos comprimidos de equinácea encontraram restos de Parthenium hysterophorus, uma planta nativa da Índia e Austrália que está relacionada com irritações de pele, náuseas e flatulências; e nas famosas cápsulas de erva-de-são-joão (Hypericum perforatum) não encontraram sequer traço desta planta: as cápsulas de um pote eram feitas de arroz, e as de outro continham sene, um poderoso laxante também utilizado popularmente, mas com outros fins. A descoberta mais perigosa foi que em um pote de gingko biloba encontraram restos de nogueira preta, uma espécie de noz que pode ser potencialmente mortal se for consumida por pessoas com alergia as nozes.

     Contudo, um representante da indústria fitoterápica disse que, ainda que os erros de etiquetagem são uma preocupação constante para eles, a gravidade das acusações deste relatório, publicado na revista BMC Medicine, é um pouco exagerado.

     Esta pesquisa buscará que as regulamentações sanitárias aplicáveis à indústria farmacêutica sejam também obrigatórias para a indústria fitoterápica, que com o pretexto de curas milagrosas e duvidosos benefícios à saúde -não seria o efeito placebo em ação?- pode colocar em perigo os consumidores, que não têm ideia do que contêm estas populares cápsulas.
 

     Fonte: NY Times. 

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    Você já lavou a louça prestando atenção somente no movimento das mãos? Ou tomou banho experimentando a sensação do sabonete ao tocar sua pele? Caminhou sentindo os pés pisarem no solo? A grande maioria das pessoas certamente responderia não a essas questões – e...   (continua)


  •    Nos Estados Unidos, pelo menos 9% das crianças em idade escolar foram diagnosticadas com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade), e estão sendo tratadas com medicamentos. Na França, a percentagem de crianças diagnosticadas e medicadas para o TDAH é inferior a...   (continua)


  •    A chamada síndrome de Asperger, transtorno de Asperger ou desordem de Asperger é uma síndrome do espectro autista, diferenciando-se do autismo clássico por não comportar nenhum atraso ou retardo global no desenvolvimento cognitivo ou da linguagem do indivíduo. A validade do diagnóstico...   (continua)


  •    Para uns, ela é uma droga perversa. Para outros, a 'tábua de salvação'. Trata-se da ritalina, o metilfenidato, da família das anfetaminas, prescrita para adultos e crianças portadores de transtorno de deficit de atenção e hiperatividade (TDAH). Teria o objetivo de melhorar a concentração, diminuir o cansaço e...   (continua)


  •    O que o apresentador André Marques, o diretor Boninho e o ator Leandro Hassum têm em comum? Todos apostaram na redução de estômago para ajudar a conquistar corpo dos sonhos, assim como muitos brasileiros no ano passado. Tanto que os números da...   (continua)


  •   Você já lavou a louça prestando atenção somente no movimento das mãos? Ou tomou banho experimentando a sensação do sabonete ao tocar sua pele?   (continua)


  •    Um dos medos que nossos pais se encarregam de integrar apaixonadamente em nossa infância, junto ao de não tomar banho após comer sob pena de sofrer uma congestão, é que se pisarmos em um prego enferrujado, então provavelmente contrairemos o tétano. Na verdade, nunca sabíamos exatamente o que...   (continua)


  •    Você já se perguntou por que sua dieta não funciona? Um estudo realizado por pesquisadores israelenses indica que a maioria dos estudos nutricionais estão errados e que os alimentos têm um efeito muito diferente em cada pessoa. O trabalho, publicado na última semana na revista Cell, baseia-se no...   (continua)


Copyright 2011-2019
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília