Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

A história do carnaval

Enviado por Gilberto Godoy

     O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior a quaresma e, portanto, tinha um significado ligado à liberdade. Este sentido permanece, de alguma forma, até os dias de hoje no Carnaval, embora muito do sentido tenha mudado com o excesso de violência.

      História do Carnaval

     O entrudo chegou ao Brasil por volta do século XVII e foi influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Em países como Itália e França, o carnaval ocorria em formas de desfiles urbanos, onde os carnavalescos usavam máscaras e fantasias. Personagens como a colombina, o pierrô e o Rei Momo também foram incorporados ao carnaval brasileiro, embora sejam de origem européia.

     No Brasil, no final do século XIX, começam a aparecer os primeiros blocos carnavalescos, cordões e os famosos "corsos". Estes últimos, tornaram-se mais populares no começo dos séculos XX. As pessoas se fantasiavam, decoravam seus carros e, em grupos, desfilavam pelas ruas das cidades. Está ai a origem dos carros alegóricos, típicos das escolas de samba atuais.

     No século XX, o carnaval foi crescendo e tornando-se cada vez mais uma festa popular. Esse crescimento ocorreu com a ajuda das marchinhas carnavalescas. As músicas deixavam o carnaval cada vez mais animado.

     A primeira escola de samba surgiu no Rio de Janeiro e chamava-se Deixa Falar. Foi criada pelo sambista carioca chamado Ismael Silva. Anos mais tarde a Deixa Falar transformou-se na escola de samba Estácio de Sá. A partir dai o carnaval de rua começa a ganhar um novo formato. Começam a surgir novas escolas de samba no Rio de Janeiro e em São Paulo. Organizadas em Ligas de Escolas de Samba, começam os primeiros campeonatos para verificar qual escola de samba era mais bonita e animada.

     O carnaval de rua manteve suas tradições originais na região Nordeste do Brasil. Em cidades como Recife e Olinda, as pessoas saem as ruas durante o carnaval no ritmo do frevo e do maracatu. 

     Os desfiles de bonecos gigantes, em Recife, são uma das principais atrações desta cidade durante o carnaval.

     Na cidade de Salvador, existem os trios elétricos, embalados por músicas dançantes de cantores e grupos típicos da região. Na cidade destacam-se também os blocos negros como o Olodum e o Ileyaê, além dos blocos de rua e do Afoxé Filhos de Gandhi. Ah! E o Chiclete... e o Asa que "arrêa"!! Viva a vida!!

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    Como é bom lembrar da nossa infância e adolescência, sobretudo quando se viveu bem estes períodos. Enquanto Steve Jobs ainda mal pensava no iPhone e outros aparelhos tecnológicos não existiam, a criançada da década de 80 se divertia com diferentes tipos brinquedos. Existiam os mais simples — bastava encher de água e o Aquaplay estava pronto para ser usado...   (continua)


  •      O ritmo é o rei dos carnavais em Pernambuco, levando milhares de pessoas a subir e descer as ladeiras de Olinda e a brincar e dançar pelas ruas do Recife. Este ano fazem 114 anos que o termo foi visto pela primeira vez num jornal do Recife, no ano de 1907. Para os apaixonados, é o momento de lembrar e lutar pelo frevo, renovar para não cair no esquecimento.   (continua)


  •    Música de Moraes Moreira, considerada por muitos o Hino do Carnaval de Salvador.
    "Ah! imagina só que loucura essa mistura
    Alegria, alegria é o estado que chamamos Bahia
    De Todos os Santos, encantos e Axé, sagrado e profano, o Baiano é carnaval
    Do corredor da história, Vitória, Lapinha, Caminho de Areia..."
    (continua)


  •      Isto é carnaval de Salvador! Este ano não houve a maior festa da terra mas tudo passa e ano que vem taí...



  •      Para quem gosta de dança. O cara é fera. Parece de borracha. Confira!


  •    O jornal londrino The Guardian, considerado o mais importante da Grã-Bretanha - foi eleito o melhor de 2006 no British Press Awards - colocou o Rio Scenarium (bar e restaurante da Lapa no Rio de janeiro) como um dos 10 melhores bares do mundo. Merece! Esse pavilhão da cultura Carioca oferece um passeio como num verdadeiro museu, sempre com vários ambientes de músicas diferentes e de alta qualidade. Recomendo.


  •    Chegou o mês das Festas Juninas. Prepare a roupa de frio e o arrasta-pé...

       Aqui vai a lista das grandes Festas Juninas de Brasília em 2016.   (confira)


  •      A diversidade musical sempre marcou o Carnaval de Salvador. Neste ano, não podia ser diferente. Logo na abertura do Circuito Dodô (Barra/Ondina), um palco no Farol da Barra com atrações que balançaram o público. Dentre elas o grupo britânico Stomp, Quabales, Baby do Brasil, a banda mirim do Olodum e, acreditem, tudo isso comandado pela música clássica da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba). As apresentações transformaram a Barra, bairro que está ganhando cara nova com as obras de requalificação, num Baile de Máscaras às antigas, ao som das populares marchinhas.   (continua)


Copyright 2011-2021
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília