Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Dez maneiras bizarras de dar adeus

Enviado por Gilberto Godoy
dez-maneiras-bizarras-de-dar-adeus

     Arch West, criador do famoso Doritos, faleceu aos 97 anos no final do mês de setembro passado e durante seu enterro, seus entes queridos fizeram um estranho ritual espalhando o conhecido salgadinho, que o tornou famoso e milionário, sobre seu caixão. Mas este não é o único caso curioso em que os familiares dão um "ultimo adeus" de uma maneira tão bizarra. Há outras 10 maneiras mais bizarras de fazê-lo, veja a lista:

1.O designer do tubo da Pringles, Frederic Baur, também foi enterrado com sua invenção. Pediu que seus restos fossem depositados em uma latinha cilíndrica. Para honrar seu pedido, seus filhos compraram um tubo, de sabor original, quando iam para o funeral.

 2.Malcom McLaren, ex agente do grupo de rock britânico Sex Pistols, pediu "um minuto de tumulto", em vez de um minuto de silêncio, durante seu extravagante funeral. Seu caixão, decorado com um slogan em grafite que dizia "muito rápido para viver, jovem demais para morrer", foi transladado por quatro cavalos negros. Um ônibus vintage onde o baixista do Sex Pistols, Sid Vicious tocava a versão da canção "My way" seguia o cortejo.

 3.Os restos de Gene Roddenbery foram lançados ao espaço  em 1997, como um tributo ao criador de Star Trek que criou a famosa a frase "para chegar audazmente onde nenhum outro homem jamais chegou". Os restos de Gene foram enviados ao espaço junto com os do guru do LSD Timothy Leary e outros 22 entusiastas do espaço. Seus restos viajaram ao redor do planeta até 2002, quando reentraram à atmosfera terrestre.

 4.Hunter S. Thompson, propulsor nos Estados Unidos do jornalismo conhecido como "gonzo", subgênero do oficio que trata de se afastar do chamado jornalismo objetivo, pediu que seus restos fossem disparados por um canhão pago por seu amigo Johnny Depp. Suas cinzas foram disparadas desde uma torre de 45 metros de altura em cujo topo tinha um punho vermelho com dois polegares, o símbolo de seu jornalismo.

 5.O artista rapper Tupac Shakur nunca ocultou sua afinidade à maconha. Antes de sua morte, pediu a seu grupo que lhe rendesse tributo da melhor forma que sabiam. Em um vídeo difundido no início do ano, membros do Young Outlawz misturam as cinzas de Shakur com maconha e fumam. Sua família desmentiu depois dizendo que seus restos estavam bem guardados.

 6.Considerado um dos pais da ciência planetária, Eugene Shoemaker foi uma das três pessoas que descobriram o cometa Shoemaker-Levy 9. Também é a única pessoa que foi enterrada na Lua. Alguns dos restos de Shoemaker foram transportados ao satélite em uma missão exploradora em 1999 dentro de uma cápsula de policarbonato selada com alumínio.

 7.Frank Sinatra teve um funeral tradicional católico, mas também teve algum toque de originalidade. Em seu caixão colocaram uma garrafa de uísque, um isqueiro Zippo e 10 centavos, no caso de precisar fazer uma chamada de emergência. Em sua lápide era possível ler "O melhor está por vir".

 8.As cinzas do geólogo Brian Tandy foram convertidas em diamantes sintéticos. Sua mulher incrustou um diamante amarelo canário em um anel e pediu mais dois para suas filhas. A LifeGem, companhia que os fabrica, diz que fez um para um cliente usando o cabelo de Michael Jackson.

 9.A atriz Liz Taylor era conhecida por sua paixão pelas jóias, casamentos estilo impecável. Chegou elegantemente tarde a seu funeral, já que ela mesma estipulou que queria que o velório começasse 15 minutos mais tarde que a hora lembrada.

 10.Sandra West, membro da alta sociedade de Beverly Hills e viúva de um empresário do petróleo, pediu para ser enterrada em uma camisola sensual, sentada no assento dianteiro de sua Ferrari azul. O pedido escrito a mão foi origem de uma batalha legal: seu irmão, que arriscava perder US$190.000 de sua herança se não cumprisse este requisito, tratou de anular a petição. Dois meses depois, o juiz ordenou que o funeral fosse realizado tal e qual West tinha pedido. Ela foi vestida conforme pediu, colocada no banco dianteiro com cinto de segurança e depois enterrada em uma grande cova cavada no cemitério de San Antonio, Estados Unidos.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •   Uma fantástica recordação dos anos 80. Músicas, desenhos, filmes, seriados, novelas, programas de TV, brinquedos, doces e muito mais. Muito bom, sobretudo pra quem viveu esta década de ouro, relembrar isto tudo.


  •    Imagens de 1993 que mostram o primeiro contato de um homem branco com uma tribo da Papúa Nova Guiné. A tribo chama-se Toulambi e as reações ao ver um homem branco são emocionantes. Coloquem-se na situação deles, pensando como seria ver...   (continua)


  •    Cada língua possui expressões próprias que, orgulhosamente, se apresentam como intraduzíveis em outros idiomas, recipientes de práticas culturais, hábitos, costumes perseguidos em anos e anos de história que...   (contnua)


  •    "Mesmo que não possamos adivinhar o tempo que virá, temos ao menos o direito de imaginar o que queremos que seja.  As Nações Unidas tem proclamado extensas listas de Direitos Humanos, mas a imensa maioria da humanidade não tem mais que os direitos de: ver, ouvir, calar.   (continua)

  •    Um relatório elaborado por Cynthia Quiroga, psicóloga colombiana (o cantor Carlos Gardel morreu em 1935 na colombiana Medellín), integrante da Universidade de Frankfurt (Alemanha, terra onde foi inventado o bandonenón) afirma que o tango eleva o desejo sexual. A Universidade recomenda o tango para casais com problemas de baixa testosterona.   (continua)


  •      Um ritual secular indiano determina que castas hindus consideradas inferiores devem rolar nos restos de alimentos consumidos por membros de uma casta superior. Mas nem é o próprio ritual que é estranho. A parte mais esquisita é que, enquanto ativistas sociais estão realmente buscando proibir a prática, os hindus de "baixa casta" não admitem parar de rolar nas sobras.   (continua)


  •    "Pina", documentário de Wim Wenders sobre a dançarina e coreógrafa alemã Pina Bausch (1940-2009), causou comoção em Berlim. Segundo filme em 3D exibido no festival neste domingoi(13), foi considerado por muitos jornalistas e críticos uma experiência emocionante e profunda. Exibido na seleção oficial sem concorrer ao Urso de Ouro, é um...   (continua)


  •    Moscow City Symphony "Russian Philharmonic", Phonograph Jazz Band. Conductor: Honoured Artist of Russia Sergey Zhilin, Soloists: Yuri Medyanik (bandoneon), Rodion Petrov (violin), Pair of dancers: Inna Svechnikova, Dmitry Chernysh.


Copyright 2011-2021
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília