Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Atitudes femininas que alguns homens não gostam

Enviado por Gilberto Godoy
atitudes-femininas-que-alguns-homens-nao-gostam

     Estas são algumas coisas que muitos deles não aguentam. O amor, a paixão por mais doce que pareçam, pode chegar a pender por um fio tênue. Só bastam certos detalhezinhos, de parte a parte, para que a coisa comece a fraquejar. Por agora nos ocuparemos de alguns comportamentos femininos que espantam muitos homens, por mais interessados que estejam.

A segunda mãe
Esqueça disso. É melhor resignar-se e contentar em ser a primeirona como amante, amada e adorada, mas jamais será a mãe segundona ou "ultimona", nem pense em ocupar o lugar de mamãe. Se o complexo de Édipo existe, espere o seu momento de ser Jocasta. Mãe só tem uma.

A intensa
Esta é a típica grudenta, versão feminina do chicletão, que liga a cada hora, pergunta tolices, quer saber todos os movimentos e pretende a todo custo estar o tempo todo com ele. É tão chata que muda para o apartamento dele nos sábados, domingos e feriados, para tomar o café da manhã juntos e depois, também, ver a novela das oito juntinhos. Ademais, é melosa, quer dormir abraçada oito horas (haja braço!), quer que a acaricie o tempo todo, fala no estilo bebê e espera beijinhos a cada cinco minutos. Arghhh...

A regulona
Não há nada mais irritante que uma mulher, com o beiço em ponto morto, que decide reclamar a cada hora em tom agudo, entre alto e contralto, no carro, na mesa, na rua, na fila do cinema, por telefone e até no banho. Deixem o sermão à mamãe.

A espiã
Se algo irrita muito um homem é que tenha a sua vida vasculhada. Espere, com jeitinho e com o tempo ele conta tudo sem estresse e, ás vezes, fala até o que não deve. Mas a curiosidade vai acabar matando a gata que insiste em buscar pistas do passado e segredos no armário, no celular e na carteira enquanto ele se banha. Só vai render ira e muita dor se encontrar fotos das ex namoradas e quem sabe em que situações.

A rival
Senhoritas, entre um homem e sua melhor amiga há mais fidelidade que com seu amigo de alma. Os ciúmes por ela só trazem rivalidades e inclusive se tornam objeto de deboche. Também não é necessário que a trate com beijinhos e que empreste suas calcinhas, mas sossega o facho pois ela goza de direitos fraternos adquiridos.

A desesperada
Nada mais notório que o afã por conseguir namorado e, pior, o de se casar. Para isto é necessário inteligência e os movimentos menos astutos destas moças se resume em aparecer em um encontro com os pais para conhecê-lo, falar de casamento, lua de mel e até lacrimejar quando vê um bebê. Atente para o fato que o homem, hoje, quando quer, será o primeiro a lembrar que está vivendo uma relação séria.

A sovina
O cavalheirismo é uma qualidade que todas amam, mas não abusem. Bem como reclamam por seus direitos, não se façam de princesinhas para não enfiar a mão no bolso. Uma das coisas boas trazidas pela igualdade de gênero foi exatamente a "igualdade".

A síndrome de Excel
Algo que prende os motores de um homem são as mulheres que planejam tudo em uma tabela do Excel. Esqueça de criar dietas, rotinas da academia, sessão de spa, visita à mamãe ou a prima mais querida, e as reuniões de formandos... dele. Deixe que ele mesmo programe as atividades da sua vida e não ache que sua agenda tem tantos espaços como a da Hello Kitty.

A extrovertida
Também conhecida como matraca, falam muito, são queridas com todos, abraçam, beijam e quando bebem se transformam. De alma da festa podem passar a pesadelo e a cada vez que saem não só revolvem atenções senão que fazem um verdadeiro show diante de todos. Lógico que se arrependem no outro dia e voltam a ser a coisinha mais amável que a gente conhece.

A anti-social
Esta mulher tem duas características: quando estão juntos e sós é um sonho de pessoa: ri, conta piadas, peida na sua frente, mostra um humor incrível, no entanto quando acompanha o namorado a um evento social nunca se integra, é como um móvel e não fala sequer uma palavra. De vez em quando resmunga alguma coisa que ao certo fará seus amigos colocarem em dúvida a sua inteligência.

A amigona
Não há lugar que vá, com você ou não, que não leve uma irmã, a prima ou uma amiga, que em geral é a maior biscate e te dá bola quando sua namorada não está prestando atenção. A conversa gira em torno de uma série de futilidades que elas acham importante e quase nunca sua opinião importa. Para completar, estas agradáveis companhias nunca têm um centavo e adivinhem quem é que paga a conta.

A ciumenta
É verdade que a cultura machista tornou algumas mulheres inseguras, mas quando a sombra passa a ter curvas e suspeitam até da Dona Maria do cafezinho, a coisa fica feia.

As descuidadas
A moda, em geral, é uma besteira que passa desapercebida para a maioria dos homens, mas nem por isso o sujeito continuará morrendo de amores pela moça que insiste em usar a "camiseta de estimação" suja de molho madeira, ou então que tenha síndrome de Neandertal e que se mantenha mais barbuda lá que o Lula na época do sindicato. Aff...

As vaidosas
Estas garotas são o outro extremo da anterior: estão sempre bem maquiadas mesmo às 3 da manhã. Tem cheirinho de sabonete e sorriso de propaganda de creme dental. Vão a academia todos os dias por três horas, tem um corpo sarado, mas vivem reclamando da própria imagem. Dão mais atenção à beleza estética do que a relação.

As decoradoras
Algumas presumem se decoradoras e duas semanas após conhecer o sujeito querem mudar todo o apartamento. Acha que a casa dos sogros é triste e dá dicas do que fazer para melhorar. Sonham com um pia limpa e exige que o namorado passe a usar apenas roupa de marca. Se a gente deixa uma mulher dessa em casa de manhã, a tarde, quando se chega do trabalho, não se acha mais nada no lugar.

As intelectuais
Se no amor se busca inteligência, nada melhor que uma mulher intelectualizada que analisa até o pó em cima da televisão. Mas não termina aí, também se encarrega de criticar até a sua coleção de revistinhas de mulher pelada. Ninguém merece.

A angustiada
Mulheres, esqueçam de uma vez por todas desta coisa chata de DR, os homens não gostam de discutir sobre o amor, relação de casal e os conflitos por três, quatro, cinco horas ou todo um sábado. Recordem que o gênero masculino, ainda que ame como um louco, é mais prático e não impõe metas cara a cara, reflexiona e jura amor eterno. 

A descolada
Se quer perder o seu namorado no mínimo em dois três dias, diga-lhe que não sabe e nem se importa em aprender a cozinhar, ter filhos e que quer se realizar profissionalmente primeiro. Nenhum homem atual quer uma ama à moda antiga, mas essas descoladas que a duras penas abrem a geladeira e que colocam o tênis na máquina de lavar correm o sério risco de não desfrutar dos meles do lar. E não se trata de machismo senão de igualdade já que a maioria dos homens encontramos, inclusive, prazer em realizar tais atividades.

As santinhas
Nesta categoria entram as moralistas hipócritas que fingem virgindade, nem que seja da alma... 

As autossuficientes
É verdade, as mulheres podem fazer de tudo com um pé nas costas e até melhor que o homem. Mas esse olharzinho, essa atitude de sabe-tudo de quem não precisa de ninguém e essa pose meio masculinizada não só espanta senão que enerva. Repetem-se e recalcam tanto que ganham mais e que só precisam do nosso sêmen para um filho que se esquecem a quem chamam quando vão ao mecânico...

     Fonte: Metamorfose Digital

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    E assim vai a vida...


  •    Não cumprir com suas obrigações na cama poderia custar muito caro para quem vive na França. Um homem de 51 anos recebeu uma multa de 10 mil euros por faltar ao código civil francês, no qual se assinala que os casados devem sempre "compartilhar uma vida comunal".   (continua)

     


  •    Alguns se sentem mais confortáveis à luz do dia, popularmente se diz que são aqueles que vão dormir e acordar com as galinhas, mas outros preferem o breu da noite e muitas vezes vão dormir quando os outros se preparam para levantar.   (continua)


  •    O sapato está apertado e a festa é hoje? O cachorro encheu sua calca de pelos e a reunião é em 30 minutos? Comprou um anel e ele deixou seu dedo verde? Cade a pinça que estava na gaveta? Com certeza você já passou por alguma dessas situações...   (continua)


Copyright 2011-2017
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: iDev Web