Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Geraes - Milton Nascimento

Enviado por Gilberto Godoy

Esse disco é uma produção antológica da MPB.
A conjunção de poetas das estrelas mais hiper brilhantes do universo consubstancializadas em pura energia do além resultando em música cósmica.

Senão vejamos:
Milton Nascimento, Mercedez Sosa, Chico Buarque, Clementina de Jesus, Bebel Gilberto, Beto Guedes,
Francis Hime, Lizzie Bravo, Miucha, Tavinho Moura
, Danilo Caymmi, Paulo Jobim,
Chico Batera, Nana Vasconcelos, Robertinho Silva, Toninho Horta,
Dominguinhos, Joao Donato, Wagner Tiso. E tem mais...

   Geraes é um álbum de 1976 do cantor, violonista e compositor brasileiro Milton Nascimento. O disco trouxe um papel forte para a conexão da música de Milton Nascimento com o público da América, na época ele já era conhecido no mundo todo. Conta com participações de Mercedes Sosa em "Volver A Los 17", Chico Buarque em "O Que Será (À Flor da Pele)", Clementina de Jesus em "Circo Marimbondo" e os chilenos do Grupo Agua, descobertos por Milton, nas faixas "Caldera", "Promessas do Sol" e "Minas Geraes", faixa que encerra o disco. A capa, de Cafi mostra o mesmo desenho das montanhas e do trem exibido no encarte anterior do álbum "Minas" (1975) que agora se destacava na capa do Geraes e o encarte do vinil com papel de envelope. Na reedição do CD de 1994, conta com duas faixas de um compacto que Milton fez com Chico Buarque em 1977 pelo selo Philips com as faixas "Primeiro de Maio" e "Cio da Terra", que veio a ser regravado por Pena Branca & Xavantinho, Sérgio Reis e pela própria Mercedes Sosa.

 

Música 'Fazenda':

"Água de beber
Bica no quintal
Sede de viver tudo
E o esquecer
Era tão normal que o tempo parava
E a meninada respirava o vento
Até vir a noite e os velhos falavam coisas dessa vida
Eu era criança, hoje é você, e no amanhã, nós...
Água de beber
Bica no quintal, sede de viver tudo
E o esquecer
Era tão normal que o tempo parava
Tinha sabiá, tinha laranjeira, tinha manga rosa
Tinha o sol da manhã
E na despedida,
tios na varanda, jipe na estrada
E o coração lá..."

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    A incrível voz de Ana Vieira no sensacional arranjo de Rodrigo Costa Leão Muñoz Miguez (Lisboa, 15 de outubro de 1964), um talentoso músico e compositor português. Tornou-se conhecido nas bandas Sétima Legião e Madredeus.


  •    Interior da Espanha. Numa cidadezinha há uma capela aonde sempre acontecem shows para grupos de 10 pessoas. Você chega lá e, de surpresa, assiste isto aí. Que momento sublime! 'Libertango' (Astor Piazzolla) by Javier Albarés (cello).


  •    Quase 50 anos depois de iniciado o movimento, depois de aviões sob a cabeça e prisões, estamos aqui. São 70 anos de vida e 50 de carreira de Gil; 40 anos de um discaço pra inglês ver de Caetano. Foram-se Torquato, Glauber e Oiticica. Outros muitos sobreviveram ao exílio, ao...   (continua)


  •    Um espatáculo! A dança é uma criação de Lil Buck.


  • "Na minha cidade tem poetas, poetas,
    Que chegam sem tambores nem trombetas, trombetas,
    E sempre aparecem quando menos aguardados, guardados, guardados,
    (continua)


  •    Esta é a música da Annie Lennox que mais gosto, exatamente nesta interpretação. Versão ao vivo com ela ao piano no aniversário de 25 anos da Records. Forte e linda!

    "...I can feel I can feel you baby, why
    It's not supposed to feel this way
    (continua)

  •    "Coração não é tão simples quanto pensa. Nele cabe o que não cabe na dispensa..."


  •    Jorge Drexler (Montevideo, 21 de setembro de 1964) é um cantor e compositor uruguaio, mais conhecido pela sua canção “Al otro lado del río”, a primeira música em espanhol a vencer o Oscar de melhor canção. O álbum Sea foi indicado ao Latin Grammy Awards...   (continua)


Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília