Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Nós dois - Celso Adolfo

Enviado por Gilberto Godoy

       Uma linda música de Celso Adolfo na voz macia de Eliane Cata Preta.


"E nós que nem sabemos quanto nos queremos
Que nem sabemos tudo que queremos
Como é difícil o desejo de amar
Você que nunca soube quanto eu quis
Que não me coube, não me viu raiz
Nascendo, crescendo nos terrenos seus
Eu na janela, olhando a lua
Perguntando à lua: onde você foi amar?
E nós que nem soubemos nos querer de vez
Estamos sós, laçados em dois nós
Um que é meu beijo e outro é o lábio seu
Não sei sair cantando sem cantar você
Que eu sei cantar mas conto com você
Que eu vou seguir mas vou seguir você
Queria que assim sabendo se a gente se quer
Queria me rimar no seu colo mulher
Vencer a vida d'onde ela vier
Ganhar o seu chegar no chegar meu
Dar de mim o homem que é seu."

 

      Sobre o compositor:

     Nascido em São Domingos do Prata (MG), Celso Adolfo arriscou os primeiros acordes em bailes pela cidade. Depois, passou a participar de festivais de música do estado. Também teve experiências com diversos conjuntos vocais e com trilhas sonoras durante a década de 70. Seu primeiro disco, "Coração Brasileiro" (1983), foi produzido por Milton Nascimento, que incluiu a faixa título em seu disco "Anima". Elba Ramalho também gravou a música, transformando-a em nome de seu disco e espetáculo de 1983. Em 1988 Celso Adolfo grava seu segundo disco, "Feliz", e dois anos depois lançou um dos primeiros CDs independentes do país, "Anjo Torto", masterizado em Nova York.

     http://www.celsoadolfo.com.br/

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    "The Long and Winding Road" é uma música composta por Paul McCartney e creditada a Lennon/McCartney, gravada pela banda britânica The Beatles no álbum Let It Be, de 1970. Nesta gravação em Londres com The Corrs ficou sublime. Uma das músicas mais bem feitas da história.


  •    Esta série de vídeos produzidos por Jeff Coffman e Epple Michael mostra Jason Mraz tocando suas músicas em todo o mundo. Neste, ele toca piano e encontra pessoas em Taipei. Atenção especial para a melodia do piano e para a vista do alto do hotel. Vale ver.


  •      Nossos comportamentos emocionais são controlados por inúmeras variáveis, muitas vezes não discrimindas, e que compõe a nossa história de vida. Não saberia descrever os motivos exatos mas este vídeo do Yann Tiersen me emociona profundamente. Que coisa linda! Um quê de nostalgia, inexorabilidade, sutilezas do tempo, conquistas, perdas... "Tudo ido e lido e lindo e vindo do vivido, idade de pedra e paz."


  • "Quando o segundo sol chegar
    Para realinhar as órbitas dos planetas
    Derrubando com assombro exemplar
    O que os astrônomos diriam
    Se tratar de um outro cometa...
    (continua)


  •    Uma interpretação sensacional de David Bowie & Annie Lennox num concerto em homenagem a Fred Mercury.


  •      Ao Vivo no Cine Í­ris

    "...Moça, Olha só, o que eu te escrevi
    É preciso força pra sonhar e perceber
    Que a estrada vai além do que se vê..."


  •  Uma das mais lindas músicas da Legião Urbana. 

    "É saudade, então 
    E mais uma vez 
    De você fiz o desenho mais perfeito que se fez 
    Os traços copiei do que não aconteceu...
    (continua)


  •       SAGA
    "Andei depressa para não rever meus passos
    Por uma noite tão fugaz que eu nem senti
    Tão lancinante, que ao olhar pra trás agora
    Só me restam devaneios do que um dia eu vivi..."
    ​(continua)


  •    Um show! Começou como uma brincadeira, que pretendia chamar a atenção de Dave Grohl e seus comparsas, para que estes atuassem em Cesena, cidade do norte de Itália. Objetivo cumprido, seguiram-se mais versões de temas rock e, agora...   (continua)


  •    Sarah Blackwood e um grupo chamado Walk Off the Earth, tocam apenas um violão. A virtuosidade reside exatamente na capacidade do grupo partilhar o mesmo intrumento tocando uma versão de "Somebody That I Used To Know" de Gotye e Kimbr. Belo!

     


  •    Um hino. Simplicidade e serenidade como a vida merece. Uma equação perfeita: música e poesia, num sussurro de ternura. Sublime!


  • "Uma casinha qualquer no colo da serra,
    Um palmo de terra pra se plantar.
    Um colo de uma mulher, uma companheira,
    Uma brasileira pra se amar.
    Se eu tiver que lutar, vou é lutar por ela.
    Se eu tiver que morrer, vou é morrer por ela...."
    (continua)


Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília