Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

30 anos sem BF Skinner

Enviado por Gilberto Godoy
30-anos-sem-bf-skinner

   Há 26 anos, no dia 18 de agosto de 1990, falecia Burrhus Frederic Skinner.

   Sem dúvida um dos psicólogos mais influentes de todos os tempos. Ele ocupou cargos nas Universidades de Minnesota e Indiana, e foi o condecorado com o título de "Edgar Pierce Professor" (importante título da Universidade de Harvard) de Psicologia na Universidade de Harvard, de 1958 até sua aposentadoria em 1974.

   A revista Time elegeu Skinner como o psicólogo mais importante e influente do Século XX.

   Seu trabalho pioneiro em psicologia experimental promoveu o Behaviorismo, modelando comportamentos através de reforçamento e descreveu os princípios do condicionamento operante com base na "Lei do Efeito" de Edward Thorndike, mas expandindo as implicações e suas aplicações.

   Entre os maiores impactos de seu trabalho está o Behaviorismo Radical, a filosofia da ciência que fornece estratégias para explorar e compreender os fatores causais que influenciam o comportamento humano através de relações funcionais.

   Embora tenha se tornado famoso por suas "Caixas de Skinner", um termo que ele nunca usou, seu impacto na Psicologia, nas Ciências do Comportamento e até na forma como enxergamos o homem pode ser considerado singular. Para Skinner, o mundo podia ser considerado uma enorme Caixa de Skinner.

   Mais do que qualquer outro campo da psicologia, talvez mais até do que a psicometria, a Análise do Comportamento de Skinner teve aplicações mais profundas, amplas e generalizadas que variam de Farmacologia Comportamental (estudos sobre vício, psicofarmacologia, toxicologia comportamental, etc.), ao ensino regular e especial (com enormes impactos nos métodos de ensino utilizados de escolas a universidades em todo o mundo), as primeiras intervenções na área de autismo, gestão organizacional, e a psicologia do envelhecimento.

   Entre seus livros mais influentes estão: "Comportamento dos Organismos" (1938); "Comportamento Verbal" (1957) e "Ciência e Comportamento Humano" (1953).

   Skinner deixou sua esposa Eve, e filhas Julie Vargas e Deborah Buzan.

   Para mais informações, consulte a "B.F.Skinner Foundation": http://www.bfskinner.org
   A "Association for Behavior Analysis a International (ABAI): https://www.abainternational.org
   "The Cambridge Center for Behavioral Studies" http://www.behavior.org
   Haggbloom, Steven J.; Warnick, Jason E.; Jones, Vinessa K.; Yarbrough, Gary L.; Russell, Tenea M.; Borecky, Chris M.; McGahhey, Reagan et al. (2002). Review of General Psychology 6 (2): 139–152.

        Fonte: texto original por Travis Thompson. Tradução e adaptação: Instituto Cinco.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •        Edward Hopper (Nyack, 22 de julho de 1882 — 15 de maio de 1967) foi um pintor norte-americano conhecido por suas misteriosas pinturas de representações realistas da solidão na contemporaneidade. Em ambos os cenários urbanos e rurais, as suas representações de reposição fielmente recriadas reflecte a sua visão pessoal da vida moderna americana.   (continua)


  •    Manuel (H)Azaña Díaz nasceu em Alcalá de Henares, Espanha, em 10 de janeiro de 1880 e faleceu em Montauban, 3 de novembro de 1940. Foi um político espanhol, segundo e último presidente efetivo da Segunda República Espanhola. Além de ter sido um dos políticos e oradores mais importantes na política espanhola do século XX, foi um notável jornalista e escritor, que conseguiu o Premio...   (continua)


  •    O pensador foi responsável por cunhar o conceito de “modernidade líquida”, usada para definir as condições da "pós-modernidade"  — que ele considerava um termo ideológico — e discutir as transformações do mundo moderno nos últimos tempos. Ele explorou os efeitos do individualismo e da sociedade de consumo nas relações humanas modernas.   (continua)


  •    "Esta manhã, antes do alvorecer, subi numa colina para admirar o céu povoado... E disse à minha alma:  - Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos? E minha alma disse:  - Não, uma vez alcançados esses mundos prosseguiremos no caminho..."   (Continua)


  •    Manuel da Costa Pinto - Folha de S.Paulo/Ilustrada
       Se fosse para definir numa frase o legado de Ferreira Gullar para a literatura brasileira, uma formulação possível seria: o autor de "Poema Sujo" reabilitou na poesia contemporânea a meditação sobre temas como a angústia da morte e o maravilhamento diante do simples acontecer da vida, sem deixar...   (continua)


  • "Uso a palavra para compor meus silêncios.
    Não gosto das palavras
    fatigadas de informar.
    Dou mais respeito
    às que vivem de barriga no chão...
    (continua)


  •    Foi em uma madrugada chuvosa no Rio de Janeiro que veio ao mundo Marcus Vinitius da Cruz e Mello de Moraes, ou, simplesmente, Vinicius de Moraes, que, se estivesse vivo, completaria 100 anos em 19 de 2013. Parafraseando um de seus versos mais famosos, o escritor, se não chegou...   (continua)


  • "Harold Bloom era um mestre que fez da literatura a religião dos desencantados". Harold Bloom — morto em 14/10/19, aos 89 anos — será sempre lembrado como autor da controvertida teoria literária elaborada em seu livro mais popular, A Angústia da Influência (1973). É provável que outros citem ainda O Cânone Ocidental (1994), em que ele analisa a obra de 26 grandes autores, de Shakespeare a Samuel Beckett.   (continua)


Copyright 2011-2021
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília