Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Eduardo Galeano - Sangue latino

Enviado por Gilberto Godoy

     Impressionante como alguns homens conseguem ver a vida com tanta poesia e encantamento! Este vídeo, produzido pelo Canal Brasil e Urca Filmes, para a série Sangue Latino, é encantador. Recomendo!

"um homem do povoado de Neguá, no litoral da Colômbia, conseguiu subir no alto do céu, e na volta contou: - disse que tinha contemplado lá de cima, a vida humana, e disse que somos um 'mar de foguitos'. O mundo é isto, revelou: um monte de gente, um mar de foguitos, não existem dois fogos iguais. Cada pessoa brilha com luz própria, entre todas as outras, exitem fogos grandes e fogos pequenos, e fogos de todas as cores; existe gente de fogo sereno, que nem fica sabendo do vento e existe gente de fogo louco que enche o ar de faíscas; alguns fogos são bobos, não iluminam nem queimam, mas outros... outros ardem a vida com tanta vontade que não se podem olhá-los sem pestanejar e quem se aproxima se incendeia..." (continua)

 

     Eduardo Hughes Galeano (Montevidéu, 3 de setembro de 1940) é um jornalista e escritor uruguaio. É autor de mais de quarenta livros, que já foram traduzidos em diversos idiomas. Suas obras transcendem gêneros ortodoxos, combinando ficção, jornalismo, análise política e História.
 
     Galeano nasceu em em Montevidéu numa uma família católica de classe média de ascendência europeia. Na infância, Galeano tinha o sonho de se tornar um jogador de futebol; esse desejo é retratado em algumas de suas obras, como O futebol de sol a sombra (1995). Na adolescência, Galeano trabalhou em empregos nada usuais, como pintor de letreiros, mensageiro, datilógrafo e caixa de banco. Aos 14, vendeu sua primeira charge política para o jornal El Sol, do Partido Socialista. Iniciou sua carreira jornalística no início da década de 1960 como editor do Marcha, influente jornal semanal que tinha como contribuidores Mario Vargas Llosa e Mario Benedetti. Foi também editor do diário Época e editor-chefe do jornal universitário por dois anos. Em 1971 escreveu sua obra-prima As Veias Abertas da América Latina.
 
     Em 1973, com o golpe militar do Uruguai, Galeano é preso e mais tarde forçado a se exilar na Argentina, onde lançou Crisis, uma revista sobre cultura. Em 1976, com o sangrento golpe militar liderado pelo general Jorge Videla, tem seu nome colocado na lista dos esquadrões de morte e, temendo por sua vida, exila-se na Espanha, onde deu início à trilogia Memória do Fogo. Em 1985, com a redemocratização de seu país, Galeano retornou a Montevidéu, onde vive ate hoje. Em princípios de 2007 Galeano caiu seriamente doente, mas recuperou-se, após uma bem-sucedida cirurgia em Montevidéu.

     A obra mais conhecida de Galeano é, sem dúvida, As Veias Abertas da América Latina. Nela, analisa a História da América Latina como um todo desde o período colonial até a contemporaneidade, argumentando contra o que considera como exploração econômica e política do povo latino-americano primeiro pela Europa e depois pelos Estados Unidos da América. O livro tornou-se um clássico entre os membros da esquerda latino-americana.
 
     Memória do Fogo é uma trilogia da História das Américas. Os personagens são figuras históricas: generais, artistas, revolucionários, operários, conquistadores e conquistados, que são retratados em pequenos episódios que refletem o período colonial do continente. Começa com os mitos dos povos pré-colombianos e termina no início da década de 1980. Na obra, Galeano destaca não apenas a opressão colonial, mas também atos individuais e coletivos de resistência. A obra foi aclamada pela crítica literária e Galeano foi comparado a John Dos Passos e Gabriel García Márquez. Ronald Wright, do suplemento literário do The Times, escreveu que "os grandes escritores dissolveram gêneros antigos e encontraram novos. Esta trilogia de um dos mais ousados e talentosos da América Latina é impossível de classificar".
 
     O Livro dos Abraços é uma coleção de histórias curtas e muitas vezes líricas, apresentando as visões de Galeano em relação a temas diversos como emoções, arte, política e valores. A obra também oferece uma crítica mordaz à sociedade capitalista moderna, com o autor defendendo aquilo que acredita ser uma mentalidade ideal à sociedade. Para Jay Parini, do suplemento literário do The New York Times, é talvez a obra mais ousada do autor.

     O vídeo é do Programa Sangue Latino, do Canal Brasil, gravado em 2009. O jornalista e escrito uruguaio, fala sobre a cidade de Montevidéu, onde vive, sobre a existência humana e também sobre a morte de seu cachorro. Uma aula que vale a pena. Direção de Felipe Nepumuceno.

     "o exercício da solidariedade, quando se pratica de verdade no dia a dia, é também um exercício de humildade, que ensina a se reconhecer nos outros e a reconhecer a grandeza escondida nas pequenas coisas, o que implica denunciar a falsa grandeza das coisas grandes, em um mundo que confunde grandeza com grandiosidade..." Educardo Galeano.
 

Comentários

Também recomendo

  •      O astronauta canadense Chris Hadfield realizou um videoclipe da canção "Space Oddity" de David Bowie direto da Estação Espacial Internacional. A obra, lançada em 1969, relata o lançamento do Major Tom, descrevendo a sensação de flutuar pelo espaço dentro de uma pequena caixa de metal, sem conexão com a Terra.   (continua)



  •        Realmente são imagens indescritíveis! Vale a pena ver.


  •   A Blue Sky dedica-se a fazer incríveis filmagens nas alturas. Nesta fita de testes fizeram uma gravação aérea a alta velocidade para a Saab, na qual utilizaram um sistema estabilizador capaz de gravar a 300 nós (uns 555 km/h).   (continua)


  •      343 dias,  17 países, 6237 fotografias, 19 aviões, 58 ônibus e 18 barcos... estes são alguns dos números de Kien Lam para realizar este vídeo em time-lapse que nos mostra quão espetacular e diverso é nosso mundo, com algumas paisagens absolutamente encatadoras.   (continua)


  •    Stephanie, uma garota de 13 anos que mora no Texas, Estados Unidos. Nos últimos anos, ela tem sentido cada vez mais falta do seu pai, que é um astronauta. Ele trabalha em uma estação espacial internacional a milhas e milhas de distância da Terra. Para mostrar para o pai o quanto ela tem saudades da sua presença e dizer o quanto o ama ela resolveu fazer algo brilhante com a ajuda da Hiundai​. Assista o vídeo e confira que bem feito.  (continua)


  •      Para quem não tem medo de avião este post é um prato cheio. Mostra alguns pousos e decolagens realizados em condições de vento desfavoráveis em Birmingham durante o inverno boreal (um recorde para condições de inverno tempestuoso no Reino Unido). Observe a flexão frequente das asas dos aviões, em resposta à turbulência e a...   (continua)


  •    Este vídeo foi feito em homenagem à rainha Elizabeth II pelos seus 60 anos como monarca constitucional dos reinos da Commonwealth, chefe da Comunidade das Nações, chefe de estado das dependências da Coroa e territórios britânicos ultramarinos. Muito bem feito!   E assim o tempo vai...


  •    O londrino Steve Cutts  criou  um curta  sobre  a evolução do homem. Ele faz uma crítica ao homem, que tratou de destruir tudo que viu pela frente. Se tornou o 'rei' de todo o lixo que produziu a partir da destruição da natureza. Muito bom este vídeo, vale a pena assistir.


Copyright 2011-2021
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília