Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Técnicas de memorização ajudam no estudo

Enviado por Gilberto Godoy
tecnicas-de-memorizacao-ajudam-no-estudo

     Você já pensou em por que nós nunca esquecemos coisas que aprendemos quando criança? O ser humano aprende, preferencialmente, pela repetição. A criança repete o que os pais falam, o que os pais fazem, as músicas e os gestos.
 
     Mas na hora do estudo, a repetição para decorar o material didático não é a melhor fórmula. “Decoreba funciona? Sim! Muitos alunos passam de ano decorando. É a melhor estratégia? Não! Perde-se tempo e confiança no processo”, considera Renato Alves, preparador mnemônico e autor do livro “Não Pergunte se Ele Estudou - Como Desenvolver nos Filhos o Interesse e a Motivação nos Estudos”.
 
     “É possível acelerar em até dez vezes o aprendizado utilizando ferramentas simples de memorização e pequenas mudanças de hábitos na rotina do aprendizado”, completa.

     O erro mais comum
 
     “O estudante quer absorver todo o conteúdo numa leitura só. A leitura de um texto implica em uma segunda leitura. Essa releitura é que faz o aluno fixar o aprendizado. O erro mais comum é a falta de paciência”, aponta Alves
 
     O tempo para o estudante esquecer aquela informação é, em média, de três segundos, por isso um aluno que estudou o conteúdo superficialmente esquece rápido aquilo que leu.
 
     Usar estratégias mnemônicas na hora do estudo estimula o aprendizado e faz com que o indivíduo guarde aquele conteúdo na memória por mais tempo, seja por três semanas ou para o resto da vida.
 
     Elyzabeth Caetano, 34, gestora de recursos humanos, diz que os métodos de memorização ajudaram na hora de realizar a segunda graduação na universidade.
 
     “Entrei com duas semanas de atraso na faculdade e, naquela semana, haveria uma prova de direito previdenciário. Eu não dominava o assunto e tinha uma apostila de 80 páginas para estudar. Aprendi a técnica de resumo e fichamento e isso me ajudou a realizar uma leitura mais rápida e objetiva e reter o conteúdo em um curto período”, conta.

     Fonte: Mariana Monzani Do UOL, em São Paulo

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    No meu tempo de criança, os pais eram pessoas esforçadas pelo sustento da família. Com ostentação ou sem, as pessoas eram mais preocupadas com o trabalho do que com ser feliz. Talvez por isso, já que filhos querem sempre fazer tudo diferente dos pais, agora todo mundo quer fazer o filho feliz...   (continua)


  •    À primeira vista, a educação doméstica ou domiciliar, conhecida nos Estados Unidos como home school, causa estranheza. Como um pai ou uma mãe podem ser capazes de substituir a escola, mesmo sem terem experiência como professores? Parece loucura, mas além de eleger Trump, nos Estados Unidos...   (continua)


  •    Em 1946 George Orwel dizia: “Escrevo porque há uma mentira qualquer que quero denunciar…” “O Grande Irmão está de olho em você” é o famoso slogan do não menos famoso livro “1984” de George Orwell. Não preciso chover no molhado de apontar o lado visionário desse livro...   (continua)


  •    A universidade deve se reinventar. Os professores devem mudar seus padrões e treinar estudantes para serem inovadores. Os pesquisadores não podem ficar de costas para a sociedade. Essa é a visão de Louise Dandurand, vice-presidente da universidade canadense Concordia.   (continua)


  •    Inspire-se nestes doze princípios básicos para educar o seu filho com carinho e firmeza. Ser exemplar na educação dos meus filhos! Provavelmente, este sempre foi, é e continuará a ser o desejo de qualquer pai ou mãe. Possível de realizar? Confira em Post completo o texto do Manual de Lídia Weber, Analista do Comportamento.   (continua)


  •    ​Dá pra acreditar que um professor possa ganhar 4 milhões de dólares por ano, honestamente, apenas dando aulas? No Brasil não, mas na Coreia do Sul isso é possível!  Lá existe a chamada hagwon, uma espécie de escola noturna de reforço escolar, para os ensinos fundamental e médio, onde...   (continua)


  •    Crianças precisam muito de orientação com qualidade. Para isto os pais, professores e familiares necessitam criar e sugerir atividades que sejam atrativas para que as crianças fiquem engajadas na diversão. Aqui vão algumas dicas interessantes.   (continua)



  •         Mário Sérgio Cortella resume bem a tarefa do professor. Boa!


Copyright 2011-2021
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília