Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 
Filtro:
Maio [x]
2014 [x]
  •    O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade na noite desta quarta-feira (28) o texto-base do PNE (Plano Nacional da Educação), com 20 metas para uma década. O plano tramita no Congresso há três anos e meio. A votação continua na segunda-feira (2), quando os destaques serão debatidos pelos deputados.    O PNE estabelece 20 metas para a educação a serem cumpridas nos próximos dez anos. Entre as diretrizes, estão a erradicação do analfabetismo e a universalização do atendimento escolar.   (continua)

  •    Projeto visa melhorar a relação entre instituições de pesquisa e setor empresarial, e permite que pesquisadores de entidades públicas exerçam atividades em empresas privadas. A proposta de Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação foi aprovada na quarta-feira (21) pela comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a matéria e segue para análise do Plenário. O texto aprovado é o substitutivo do deputado Sibá Machado (PT-AC) ao Projeto de Lei2177/11, do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) e outros nove parlamentares.   (continua)

  •    Entregue ao tráfego há poucas semanas pelo Governo do Distrito Federal, o Balão do Aeroporto foi formalmente batizado neste sábado, 24/5. Mas não foi com água benta. Milhares de litros de querozene de aviação escorreram pelas vias do trevo e grande parte foi parar nas galerias de águas pluvias. Uma carreta tanque, acoplada a um reboque tombou na entrada do acesso ao Aeroporto JK, depois de se colidir comum veículo do tipo Gol que transitava no interior do Balão. Não houve vitimas mas os transtornos no trânsito foi grande.   (continua)

  •    Segundo o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), publicado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, o desenvolvimento de um lugar nem sempre se mede pela quantidade de pessoas, mercado de trabalho ou número de ruas. O Distrito Federal é o primeiro colocado no ranking de unidades da federação, seguido por São Paulo e Santa Catarina. Em verdade, esta lista revela alguns novos números de um velho problema: a desigualdade.  (continua)

  •    No limiar do que promete ser a disputa mais acirrada para a Presidência da República dos últimos 20 anos, estamos entrando em uma campanha política em que os recursos da moderna propaganda serão usados à exaustão para explorar as descobertas mais recentes da neurociência, que já definiu que o eleitor vota mais com a emoção do que com a razão. O sociólogo Manuel Castells, baseado também em estudos da neurociência...   (continua)

  •    Ao final do ano passado, ao completar 80 anos, Casa-Grande & Senzala (1933) ganhou uma bela edição comemorativa lançada pela editora Global. No volume, as 728 páginas vêm em capa dura e trazem, além dos dois cadernos iconográficos já existentes nas edições anteriores, um caderno colorido com fotos e documentos referentes à primeira edição, além de textos de Darcy Ribeiro e Roland Barthes, entre outros, mostrando a recepção crítica do livro ao longo dessas oito décadas.   (continua)

  •    Nascido em Minas Gerais, o pão de queijo virou unanimidade nacional. Por onde se anda, do Oiapoque ao Chuí, lá está o quitute mineiro esperando uma mordida. Ultrapassou as fronteiras: nos Estados Unidos, em Portugal, na Itália e até no Japão já se aprecia a delícia nas cafeterias. Culinária caipira vestida de chique. É muito curiosa a história do pão de queijo. Naquela época, durante a mineração iniciada a partir de 1700, faltava comida para alimentar tanta gente atraída pelas jazidas descobertas próximo de Ouro Preto.  (continua)

  •      As mais antigas celebrações do Dia da Mãe remontam às comemorações primaveris da Grécia Antiga, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses. Em Roma, as festas comemorativas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimônias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo.   (continua)

  •        Este post é uma homenagem a minha saudosa mãe, a minha irmãe Beth e à todas as mães!
         "Que nossa vida, meus filhos, tecida de encontros e desencontros, como a de todo mundo, tenha por baixo um rio de águas generosas, um entendimento acima das palavras e um afeto além dos gestos – algo que só pode nascer entre nós. Que quando eu me aproxime, meu filho, você não se encolha nem um milímetro com medo de voltar a ser menino, você que já é um homem.   (continua)

  •    "Tem gente que tem cheiro de colo de Deus. De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul. Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis. Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e colocando chinelo. Sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso. Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel. Tem gente que tem cheiro das estrelas que...   (continua)

  •    Sensacional! A palestra TED de Hugh Herr é uma das mais emocionantes já realizadas até hoje. Ele, um pesquisador do MIT que perdeu suas pernas em um acidente de escalada há 30 anos e que agora desenha próteses biônicas. Sua história e a surpresa final valem o vídeo. Fácil!

  •    Em dois anos, o Brasil subiu apenas uma posição no ranking educacional encomendado pela empresa Pearson à Economist Intelligence Unit, braço de pesquisas do grupo Economist. Entre 40 nações avaliadas, o país aparece na 38ª posição. De acordo com o estudo internacional The Learning Curve 2014 (A Curva de Aprendizado 2014), mesmo com a escalada de uma posição no ranking, o Brasil está entre os que registraram queda no índice de desempenho escolar e habilidades cognitivas.   (continua)

  •    O linchamento de Fabiene Maria de Jesus em Guarujá, acusada erroneamente de bruxaria, é um soco na cara de todos nós, brasileiros, bem como de toda humanidade. Mãe de dois filhos, apaixonada por crianças, religiosa, Fabiene foi confundida com uma suposta mulher que mataria crianças em rituais satânicos. Os linchadores foram incentivados por um falso perfil na Internet. A horda de bárbaros que matou Fabiene se comportou como se vivêssemos na velha Europa em plena era medieval.   (continua)

  •    Quando não tinha cabelo grisalho e ainda denunciava desmandos de Washington, que decidiu adotar ao se mudar para lá, o então senador Barack Obama repetia nos discursos de campanha: seria o maior defensor da neutralidade da rede. Mesmo com a passagem da lei do Marco Civil da internet, é importante prestar atenção no que vai acontecer nos próximos meses nos Estados Unidos como resultado da quebra da promessa de Obama. A lei brasileira prevê a neutralidade mas, como de hábito, Deus está nos detalhes.   (continua)

  •    Prova do concurso para Analista e Técnico de Atividades Culturais do GDF, aplicada no dia 3/5/2014:
       Questão 25) Dulcina de Moraes estreou como protagonista aos 15 anos de idade na peça Lua Cheia, a convite de Leopoldo Fróes, um dos mitos teatrais do século 20, sendo apontada como uma verdadeira revelação. Nos anos 40, obteve grande consagração como a estreia do espetáculo Chuva, no Teatro Municipal, adaptação de uma novela de Somerset Maugham, dirigida e protagonizada por ela, vivendo a personagem Sadie Thompson. Considerando essas informações, assinale a alternativa correta sobre Dulcina de Moraes e sua história.   (continua)

  •    Era uma vez um programa semanal que bombava no Ibope. Durante 40 anos, poucas vezes esse programa teve sua liderança ameaçada. A última grande crise aconteceu em 2001, quando o SBT surpreendeu com uma Casa dos Artistas. A ameaça passou, mas audiência continuou caindo, caindo, caindo. Dos mais de 30 pontos de dez anos atrás, caiu para 14,4 pontos há duas semanas, no Domingo de Páscoa.   (continua)

  •    Robert Shiller é professor de economia na Universidade de Yale, nos Estados Unidos. Vencedor do Nobel de Economia afirmou em entrevista para o El País que o aumento de preços de imóveis no país "é excessivo". Quando ele veio ao país para um evento em agosto do ano passado, disse que apesar das pessoas gostarem de pensar que o aumento de preços "é sólido e estável", não há justificativa para tanto entusiasmo.   (continua)

Copyright 2011-2019
Todos os direitos reservados

Até o momento,  17260866 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília