Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

'O paraíso é uma questão pessoal', Richard Bach

Enviado por Gilberto Godoy
-o-paraiso-e-uma-questao-pessoal---richard-bach

   Segundo os filósofos, 'aquilo em que um homem acredita, acaba sendo a sua realidade'. Durante anos eu disse que não era mecânico e não era mecânico. Ao dizer que não sabia sequer distinguir uma ferramenta de outra, fechava-se as portas de um mundo de luz. Tinha de haver alguém para consertar os meus aviões para que eu pudesse voar. 

     Ai, comprei um louco e velho biplano, com um motor circular e demodê no focinho, e não demorei a descobrir que aquele motor, não ia tolerar um piloto que não soubesse nada sobre a personalidade de um Wright de 175 cavalos, ou algo sobre reparos em estruturas de madeira e tela encerada. 

     Foi assim que aconteceu a coisa mais estranha de toda a minha vida... mudei de maneira de pensar. Aprendi a mecânica dos aviões. 

     O que todo o mundo sabia há muito tempo, para mim foi como uma aventura. Por exemplo, um motor aberto e espalhado sobre uma bancada, é apenas uma coleção de peças de formas diferentes, apenas ferro frio. Não obstante, essas mesmas peças, reunidas e montadas numa fria fuselagem, transformam-se num novo ser, numa escultura acabada numa forma de arte digna de qualquer galeria. E, como nenhuma outra escultura na história da arte, o motor e a fuselagem criam vida da mão do piloto e unem a sua vida à dele. Separados, o ferro, a madeira, o pano e os homens estão presos ao solo. Juntos, podem se erguer no céu, explorar lugares onde nenhum de nós já esteve. Foi, para mim, uma surpresa aprender isso, pois sempre julgara que mecânica se resumia a metal partido e pragas em voz baixa."

     Trecho do livro de Richard Bach.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    O homem nasce para atingir a vida, mas tudo depende dele. Ele pode perdê-la. Ele pode seguir respirando, ele pode seguir comendo, ele pode seguir envelhecendo, ele pode seguir se movendo em direção ao túmulo - mas isso não é vida. Isso é...   (continua)


  •    Incivilizado, bárbaro, órfão de sensibilidade e pobre de palavra, ignorante e grave, alheio à paixão e ao erotismo - um mundo sem literatura teria como traço principal o conformismo, a submissão dos seres humanos ao estabelecido. Seria um mundo animal. Muitas vezes me ocorre...   (continua)


  •    "Na vida de cada homem existem duas faces: a vida pessoal, que é tanto mais livre quanto mais abstratos forem seus interesses, e a vida geral, social, na qual o homem obedece, inevitavelmente, as leis que lhe são prescritas. Por si próprio, o homem...   (continua)


  •    "Sentia-me à vontade em tudo, isso é verdade, mas ao mesmo tempo nada me satisfazia. Cada alegria fazia-me desejar outra. Ia de festa em festa. Acontecia-me dançar noites a fio, cada vez mais louco com os seres e com a vida. Por vezes, já bastante tarde, nessas noites...   (continua)


  •    "A Insustentável Leveza do Ser " é um livro publicado em 1984 por Milan Kundera. O romance se passa na cidade de Praga em 1968 [lindo ano]  e atravessa algumas décadas. Narra os amores e os desamores de quatro pessoas: Tomás, Teresa, Sabina e Franz. É permeada pela...   (continua)


  •    Algumas práticas humanas se modificaram e outras sobreviveram ao longo da história. Talvez guiados pelo mesmo padrão que garantiu a evolução das espécies, segundo Darwin, nossa decisão está sempre pautada em assegurar perpetuidade. A educação, baseada nas trocas entre humanos...   (continua)


  •    Hamlet é uma tragédia de William Shakespeare, escrita entre 1599 e 1601. A peça, situada na Dinamarca, reconta a história de como o Príncipe Hamlet tenta vingar a morte de seu pai Hamlet, o rei, executando seu tio Cláudio, que o envenenou e em seguida tomou o trono casando-se com...   (continua)


  •    É um dos dois maiores épicos clássicos da Índia, juntamente com o Ramáiana. Já foi traduzido em vários Idiomas.Transformou-se em livros, peças teatrais e em filme . Sua fantástica história ainda é, contudo, pouco conhecida . Trazemos aqui um resumo dos seus principais acontecimentos...   (continua)


  • "E foi então que apareceu a raposa:
    - Bom dia, disse a raposa.
    - Bom dia, respondeu o principezinho, que se voltou, mas não viu nada.
    - Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...
    - Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita...
    (continua)

  •    O blog Mundo de K resgatou uma publicação do Times Literatury Suplement sobre os 100 libros mais influentes da história, com direito a indicação de leitura extra como entrevistas ou resenhas sobre as obras elencadas. O autor do blog faz uma ressalva...   (continua)


  •    Aniversário de 115 anos do poeta maior, Carlos Drummond de Andrade (1902-1987). Imagino nesse momento, no Paraíso, Drummond, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Antônio Carlos Jobim, Manuel Bandeira e Vinícius de Moraes.   (continua)


  •    Eloá Heise, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, conversa com Rodrigo Simon sobre Fausto, obra do escritor alemão Johann Goethe. Eloá fala sobre a figura histórica de Fausto e a busca do homem pelo sentido da vida.


Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília