Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Descoberta pode mudar a história evolutiva do ser humano

Enviado por Gilberto Godoy
descoberta-pode-mudar-a-historia-evolutiva-do-ser-humano

   Uma amostra de DNA encontrada em Sima de los Huesos, uma sítio geológico localizado na serra de Atapuerca, no norte de Espanha, foi analisada por pesquisadores que determinaram que se trata do material genético mais antigo desta classe ao que tivemos acesso, pois data de 430.000 anos. A grande árvore genealógica da humanidade e as espécies que a precederam poderia ser modificada a partir deste achado.

   Desde 1997 escavaram 28 esqueletos nesta gruta. Seus crânios têm formas similares às apresentadas pelo Neandertal. No entanto, nova evidência encontrada nos fósseis sugere que não se tratava de ancestrais, senão do próprio Neardental.

   Isto não só muda a posição do Neardental na linha de tempo, ao enviá-lo 100.000 anos atrás, senão que também deixa claro que o momento em que esta espécie se separou por completo do hominídeo de Denisova ocorreu muito antes do que se pensava.

   Os envolvimentos na origem do ser humano são maiúsculas. Significaria que a espécie da qual supostamente descendemos, o Homo heidelbergensis, não seria nosso ancestral, pois toda a árvore evolutiva mudaria sua estrutura.

   Um dos detalhes que mais chamou a atenção dos pesquisadores foi o fato de que os fósseis da  Sima de los Huesos correspondem à estrutura de um Neardental, enquanto o DNA mitocondrial de ao menos um dos 28 indivíduos seria o de um hominídeo de Denisova. Assim eles propõem a questão em o relatório:

   - "Uma pergunta interessante é como estes hominídeos do Pleistoceno Médio estavam relacionados com aqueles que viviam no Pleistoceno tardio, em particular com os Neandertais no oeste da Eurásia e com os hominídeos de Denisova, um grupo relacionado com os Neandertais até agora conhecido só no sul da Sibéria".

   Por enquanto, especulam que se trata de uma espécie desconhecida, que estava migrando da África para a Eurásia.

     Fonte: Science Daily

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    Desde que foi possível à humanidade saber mais sobre a existência de outros planetas e galáxias, sempre quisemos responder a esta questão. Sabemos que há muitos planetas no Universo, mas poucos com propriedades similares às que temos na Terra.   (continua)


  •    Algumas descobertas científicas da humanidade são feitas sem que o descobridor tenha tido a ideia ou objetivo inicial de fazê-las. Em post completo veja 10 exemplos interessantes.


  •    Conversando com dois amigos físicos e Professores 'Pardais', descobri que há mais estrelas no Universo do que grãos de areia em todos os desertos e praias do mundo. Dificil de acreditar, mas o cálculo foi feito por astrônomos da Escola de Astronomia e Astrofísica da Austrália, em um estudo divulgado pela BBC.   (continua)


  •    Você tem medo de viajar de avião? Esta notícia pode ser positiva mas você deverá esperar algum tempo. O engenheiro ucraniano Tatarenko Vladimir apresentou o projeto de um avião que se separa em duas partes em caso de acidentes. De acordo com o inventor, o projeto poderia salvar centenas de vidas.   (continua)


  •    "Olá, meu nome é Stephen Hawking. Sou físico, cosmologista e às vezes sou um sonhador. Ainda que não consiga me mover e tenha que falar mediante um computador, dentro de minha mente sou livre..." Com esta frase começa o fantástico documentário onde Stephen Hawking nos revela...   (continua)


  •    Fim do ano é uma época em que muito amor, caridade, e sentimentos bons são evocados – especialmente nas famílias mais religiosas, que gostam de lembrar o motivo pelo qual nós celebramos o Natal, o nascimento de Jesus. É uma época em que temos que ser agradecidos pelo que temos.   (continua)


  •    Mais um vídeo aula do TED com imagens realmente espetaculares. São 7:23 minutos de fascinação em uma filmagem microscópica da vida em várias formas. Uma visão única a mostrar os mistérios... mistérios...  Recomendo!


  •    O fim da existência é inerente à natureza, pois tudo o que existe tem um começo e um fim. É exatamente por isso que “profetas” ao longo da História têm se aproveitado dessa lógica para datar (o último estava programado para ontem) o dia do Apocalipse. Mas a Ciência só pode dar...   (continua)


Copyright 2011-2018
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília