Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Como será o fim do mundo segundo a ciência

Enviado por Gilberto Godoy
como-sera-o-fim-do-mundo-segundo-a-ciencia

     O fim da existência é inerente à natureza, pois tudo o que existe tem um começo e um fim. É exatamente por isso que “profetas” ao longo da História têm se aproveitado dessa lógica para datar (o último estava programado para ontem) o dia do Apocalipse.

     Mas a Ciência só pode dar uma estimativa mais ou menos confiável. Veja abaixo algumas opções, considerando-se que nenhuma é segura e que todas as suposições são baseadas em maior ou menor percentual de probabilidade.

 1 – Extinção do Universo (dentro de 3.7 bilhões de anos). Um grupo de cientistas da Universidade da Califórnia desafia a teoria de que o Universo está em expansão e afirma que deve haver um fim. Os pesquisadores acreditam que existem 50% de possibilidade de que isso aconteça antes da data determinada;

 2 - O Sol se tornará um estrela gigante vermelha (em 5 ou 6 bilhões de anos). A evolução natural de nossa estrela é que ela se deslique de sua camada externa.  formando uma nebulosa que atrairá Mercúrio, Vênus e provavelmente a Terra, em processo que pode durar cerca de 600 milhões de anos. o que a tornaria uma estrela gigante vermelha. Depois seu núcleo comprimirá até que se torne uma estrela branca anã branca gelada. Neste momento a Terra já não existirá;

 3 – Um cometa ou meteoro virá de encontro à Terra (data indeterminada). Numerosos corpos espaciais ficam mais próximos da Terra a cada dia. Mas a maioria não chegam a colidir por serem pequenos demais e se desintegram na atmosfera. Entretanto, o meio científico acredita que a maioria das 5 extinções em massa do planeta ocorreram devido a um impacto de um grande meteoro, tanto a dos dinossauros (há 65 milhões de anos) como a catástrofe do Pérnico;

     Final com o desaparecimento da vida:

 4 – Mudança climática (os glaciais podem desaparecer em 2350, segundo a ONU). Alguns estudos alertam de que uma mudança climático brusca – provocada pelo homem e pela natureza - pode acabar com o delicado equilíbrio da Terra, elevar a concentração de gazes tóxicos na atmosfera até que se torne irrespirável para os seres humanos;

 5 - Ataque alienígena (data indeterminada). O contato com seres extraterrestres é uma possibilidade divulgada por Carl Sagan o Stephen Hawkings, embora com chances bem remotas;

 6 - Super-vulcão (um cada 100 mil anos). Há 73 mil anos uma gigantesca erupção, na que é hoje a ilha de Toba (Sumatra), criou um descomunal nuvem de cinzas que causou o desmatamento a milhares de quilômetros de distância de sua origem, provocando assim uma imediata idade do gelo que bloqueou a luz solar e reduziu a temperatura em 16 graus em média em todo o Planeta;

 7 - Ataque robótico (data indeterminada). O desenvolvimento de robôs com a capacidade de pensar por si, com mais inteligência que os seres humanos e com a capacidade de se  replicar pode ser para muitos pesquisadores o início de uma possível revolução contra seus criadores. Existe até um grupo (Associação para o Avanço da Inteligência Artificial) que tenta fomentar debates sobre os limites da autonomia robótica. Ver aqui.
Final somente com o desaparecimento da Humanidade:

 8 - Autodestruição bélica. Uma guerra nuclear é a hipótese defendida por muitos cientistas. Mas existe também a possibilidade de erro ou um acidente qualquer poder detonar algumas armas nucleares;

 9 - Pandemia mundial. A Humanidade vivenciou esse fenômeno quando ataques por vírus ocorridos nos séculos 6 e 16 dizimaram  consideravelmente a população da Terra. O aparecimento de uma estirpe particularmente virulenta de uma doença comum ou a mutação que aumente a propagação de um vírus ou bactéria pode causar sérios danos e até mesmo extinção da raça humana;

 10 - Megatsunami. Esta catástrofe pode ser causada pelo impacto de um corpo espacial ou por movimentos tectônicos e levar uma onda com milhares de metros de altura a todo o Planeta.

     Enquanto nada disso chega (Ufaa!!) vamos à luta!

     Fonte: ABC-ES

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •      Stephen Hawking fala sobre questões do universo. Mistérios...


  •      Até agora as ecografias nos proporcionavam uma informação limitada sobre o sexo do feto, pois nas primeiras semanas de gravidez os órgãos sexuais do feto ainda não estão desenvolvidos. Isto pode mudar graças a um teste desenvolvido por uma equipe de cientistas da empresa espanhola MyGEN.   (continua)


  •      Buscar a possibilidade no impossível é apenas uma questão de tempo, de acordo com Dmitry Itskov e as pessoas envolvidas em seu projeto chamado Rússia 2045. Ainda que pareça uma coisa megalomaníaca, eles esperam recriar toda uma civilização nova com a ajuda da transferência de personalidades dos seres humanos depois que seus corpos morrem para avatares androides.  (continua)


  •    Editora do "British Medical Journal" sugere maior transparência nos estudos científicos. Fiona Godlee é, desde 2005, editora-chefe do British Medical Journal (BMJ), uma das mais antigas e respeitadas publicações científicas do mundo, fundada em 1840.   (continua)


  •    Ciência realmente exige criatividade e pesquisadores dispostos a quase tudo! O professor Thomas Parnell iniciou em 1927 um experimento científico que ainda está em curso quase 90 anos depois, 'a experiência da gota de piche'. Seu objetivo era demonstrar que o piche, ainda que nos pareça um sólido, é em realidade um líquido extremamente viscoso.  (continua)


  •    Desde que foi possível à humanidade saber mais sobre a existência de outros planetas e galáxias, sempre quisemos responder a esta questão. Sabemos que há muitos planetas no Universo, mas poucos com propriedades similares às que temos na Terra.   (continua)


  •    Uma amostra de DNA encontrada em Sima de los Huesos, uma sítio geológico localizado na serra de Atapuerca, no norte de Espanha, foi analisada por pesquisadores que determinaram que se trata do material genético mais antigo desta classe ao que tivemos acesso, pois data de 430.000 anos.   (continua)


  •    Algumas descobertas científicas da humanidade são feitas sem que o descobridor tenha tido a ideia ou objetivo inicial de fazê-las. Em post completo veja 10 exemplos interessantes.


Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília