Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

À espera da nona gota de piche

Enviado por Gilberto Godoy
a-espera-da-nona-gota-de-piche


      O professor Thomas Parnell iniciou em 1927 um experimento científico que ainda está em curso quase 90 anos depois, 'a experiência da gota de piche'. Seu objetivo era demonstrar que o piche, ainda que nos pareça um sólido, é em realidade um líquido extremamente viscoso.

     Para isso naquele ano esquentou um pouco de piche e colocou em um funil cuja base cortou três anos depois, em 1930, quando o piche tinha voltado a endurecer.

     E desde então vieram contando e anotando as vezes que o piche gotejou, a última foi em 2000. John Mainstone, o responsável atual pelo experimento, perdeu aquela queda da gota e agora, com 78 anos de idade, não quer perder desta vez.

     Desde 1930 o piche pingou oito vezes, sendo elas em:

Dezembro de 1938.

Fevereiro de 1947.

Abril de 1954.

Maio de 1962.

Agosto de 1970.

Abril de 1979.

Julho de 1988.

28 de novembro de 2000.

     Isto permitiu calcular que o piche é 230 bilhões de vezes mais viscoso que a água, mas até hoje ninguém viu cair nenhuma das gotas em questão, tão sequer em 2000, quando montaram um sistema para gravá-lo, mas este falhou.

     Agora volta a existir um verdadeiro nervosismo em torno deste experimento -o mais antigo do mundo- porque acham que a nona gota está a ponto de cair, só que como o funil do experimento não é mantido em um ambiente controlado ninguém sabe realmente quando vai acontecer.

     Entretanto desta vez, ainda que ninguém veja ao vivo, esperam que pelo menos uma das três webcams dispostas para gravá-lo esteja funcionando. A experiência pode ser acompanhada ao vivo:

     Fonte: The Pitch Drop Experiment.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •      Buscar a possibilidade no impossível é apenas uma questão de tempo, de acordo com Dmitry Itskov e as pessoas envolvidas em seu projeto chamado Rússia 2045. Ainda que pareça uma coisa megalomaníaca, eles esperam recriar toda uma civilização nova com a ajuda da transferência de personalidades dos seres humanos depois que seus corpos morrem para avatares androides.  (continua)


  •    Editora do "British Medical Journal" sugere maior transparência nos estudos científicos. Fiona Godlee é, desde 2005, editora-chefe do British Medical Journal (BMJ), uma das mais antigas e respeitadas publicações científicas do mundo, fundada em 1840.   (continua)


  •    Desde que foi possível à humanidade saber mais sobre a existência de outros planetas e galáxias, sempre quisemos responder a esta questão. Sabemos que há muitos planetas no Universo, mas poucos com propriedades similares às que temos na Terra.   (continua)


  •    Uma amostra de DNA encontrada em Sima de los Huesos, uma sítio geológico localizado na serra de Atapuerca, no norte de Espanha, foi analisada por pesquisadores que determinaram que se trata do material genético mais antigo desta classe ao que tivemos acesso, pois data de 430.000 anos.   (continua)


  • Depois de cinco noites de observação, os astrónomos podem, finalmente, ter capturado a primeira imagem de sempre do famoso buraco gravitacional conhecido como buraco negro. Mais especificamente, o tão desejado retrato pertence a uma misteriosa região que envolve o buraco negro. Conhecida como horizonte de eventos, esta é a fronteira a partir da qual nada, nem mesmo a luz, pode escapar ao enorme alcance do objeto.   (continua)


  •    Algumas descobertas científicas da humanidade são feitas sem que o descobridor tenha tido a ideia ou objetivo inicial de fazê-las. Em post completo veja 10 exemplos interessantes.


  •    Conversando com dois amigos físicos e Professores 'Pardais', descobri que há mais estrelas no Universo do que grãos de areia em todos os desertos e praias do mundo. Dificil de acreditar, mas o cálculo foi feito por astrônomos da Escola de Astronomia e Astrofísica da Austrália, em um estudo divulgado pela BBC.   (continua)


  •    Você tem medo de viajar de avião? Esta notícia pode ser positiva mas você deverá esperar algum tempo. O engenheiro ucraniano Tatarenko Vladimir apresentou o projeto de um avião que se separa em duas partes em caso de acidentes. De acordo com o inventor, o projeto poderia salvar centenas de vidas.   (continua)


  •    "Olá, meu nome é Stephen Hawking. Sou físico, cosmologista e às vezes sou um sonhador. Ainda que não consiga me mover e tenha que falar mediante um computador, dentro de minha mente sou livre..." Com esta frase começa o fantástico documentário onde Stephen Hawking nos revela...   (continua)


  •    Fim do ano é uma época em que muito amor, caridade, e sentimentos bons são evocados – especialmente nas famílias mais religiosas, que gostam de lembrar o motivo pelo qual nós celebramos o Natal, o nascimento de Jesus. É uma época em que temos que ser agradecidos pelo que temos.   (continua)


  •    Mais um vídeo aula do TED com imagens realmente espetaculares. São 7:23 minutos de fascinação em uma filmagem microscópica da vida em várias formas. Uma visão única a mostrar os mistérios... mistérios...  Recomendo!


  •    O fim da existência é inerente à natureza, pois tudo o que existe tem um começo e um fim. É exatamente por isso que “profetas” ao longo da História têm se aproveitado dessa lógica para datar (o último estava programado para ontem) o dia do Apocalipse. Mas a Ciência só pode dar...   (continua)


Copyright 2011-2019
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília