Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Teste para saber o sexo do bebê no 1º mês

Enviado por Gilberto Godoy
teste-para-saber-o-sexo-do-bebe-no-1--mes

 

     Até agora as ecografias nos proporcionavam uma informação limitada sobre o sexo do feto, pois nas primeiras semanas de gravidez os órgãos sexuais do feto ainda não estão desenvolvidos. Isto pode mudar graças a um teste desenvolvido por uma equipe de cientistas da empresa espanhola MyGEN.

     No novo teste só deve se analisar uma gota de sangue da mãe, pois durante a gravidez há troca de sangue entre mãe e filho, e assim é possível determinar se há algum fragmento do cromossomo Y, o que nos diria que o feto é menino. A nível genético, o sexo de uma pessoa vem determinado pelo cromossomo Y, presente só em homens. No caso que sejam gêmeos, a identificação do cromossomo indicaria que ao menos uns deles seria homem e no caso de não ser encontrado, significaria que as duas são meninas.

     Segundo seus criadores, a técnica conta com uma percentagem de confiabilidade de até 99%.

      - "No momento, o teste só é oferecido em algumas clínicas e o filtro com a gota deve ser enviado a nossos laboratórios", explica Guillermo Cobas, diretor geral da MyGEN. Mas já estão trabalhando em uma versão caseira. O formato será parecido ao de um "predictor" e os resultados poderiam ser obtidos em menos de uma hora.

     A futura mamãe só tem que fazer uma pequena punção na polpa de um dedo com um alfinete, incluído no kit, e depositar uma gota de sangue em um disco de papel, do qual se extrai o DNA, para posteriormente detectar a presença do cromossomo "Y". Depois de acrescentar um líquido reativo aparecerá uma cor que revelará o sexo do bebê: azul se menino e transparente se menina.

     Fonte: El correo.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •      Stephen Hawking fala sobre questões do universo. Mistérios...


  •      Buscar a possibilidade no impossível é apenas uma questão de tempo, de acordo com Dmitry Itskov e as pessoas envolvidas em seu projeto chamado Rússia 2045. Ainda que pareça uma coisa megalomaníaca, eles esperam recriar toda uma civilização nova com a ajuda da transferência de personalidades dos seres humanos depois que seus corpos morrem para avatares androides.  (continua)


  •    Editora do "British Medical Journal" sugere maior transparência nos estudos científicos. Fiona Godlee é, desde 2005, editora-chefe do British Medical Journal (BMJ), uma das mais antigas e respeitadas publicações científicas do mundo, fundada em 1840.   (continua)


  •    Ciência realmente exige criatividade e pesquisadores dispostos a quase tudo! O professor Thomas Parnell iniciou em 1927 um experimento científico que ainda está em curso quase 90 anos depois, 'a experiência da gota de piche'. Seu objetivo era demonstrar que o piche, ainda que nos pareça um sólido, é em realidade um líquido extremamente viscoso.  (continua)


  •    Desde que foi possível à humanidade saber mais sobre a existência de outros planetas e galáxias, sempre quisemos responder a esta questão. Sabemos que há muitos planetas no Universo, mas poucos com propriedades similares às que temos na Terra.   (continua)


  •    Uma amostra de DNA encontrada em Sima de los Huesos, uma sítio geológico localizado na serra de Atapuerca, no norte de Espanha, foi analisada por pesquisadores que determinaram que se trata do material genético mais antigo desta classe ao que tivemos acesso, pois data de 430.000 anos.   (continua)


  •    Algumas descobertas científicas da humanidade são feitas sem que o descobridor tenha tido a ideia ou objetivo inicial de fazê-las. Em post completo veja 10 exemplos interessantes.


  •    Conversando com dois amigos físicos e Professores 'Pardais', descobri que há mais estrelas no Universo do que grãos de areia em todos os desertos e praias do mundo. Dificil de acreditar, mas o cálculo foi feito por astrônomos da Escola de Astronomia e Astrofísica da Austrália, em um estudo divulgado pela BBC.   (continua)


Copyright 2011-2018
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília