Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Embriagado de vida - Charles Baudelaire

Enviado por Gilberto Godoy
embriagado-de-vida---charles-baudelaire

“É preciso estar sempre embriagado. Eis aí tudo: é a única questão.
Para não sentirdes o horrível fardo do tempo que rompe os vossos ombros e vos inclina para o chão, é preciso embriagar-vos sem trégua.

Mas de quê?
De vinho, de poesia ou de virtude, à vossa maneira. Mas embriagai-vos.

E se, alguma vez, nos degraus de um palácio, sobre a grama verde de um precipício, na solidão morna do vosso quarto, vós acordardes, a embriaguez já diminuída ou desaparecida, perguntai ao vento, à onda, à estrela, ao pássaro, ao relógio, a tudo que foge, a tudo que geme, a tudo que anda, a tudo que canta, a tudo que fala, perguntai que horas são; e o vento, a onda, a estrela, o pássaro, o relógio, responder-vos-ão:
É hora de embriagar-vos!

Para não serdes os escravos martirizados do Tempo, embriagai-vos: embriagai-vos sem cessar! De vinho, de poesia ou de virtude, à vossa maneira."

 

Comentários

  • por: Fabiana Hillerman em sexta-feira, 30 de março de 2012
    Simplesmente lindo! Minha sexta-feira no trabalho já começa melhor após ler esta poesia. Precisamos de mais poesia, de mais leveza em nossas vidas! Parabéns por este belo espaço Prof. Gilberto! Abs, Fabi.
  • por: Cristiane Gomes do Amaral em quinta-feira, 28 de março de 2013
    ...embriagarmo-nos com o que é BOM, para aliviarmos a alma!

Também recomendo

Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília