Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Empresa vende kit de sobrevivência do apocalipse

Enviado por Gilberto Godoy
empresa-vende-kit-de-sobrevivencia-do-apocalipse


     21 de dezembro está quase ali na esquina a 20 dias de distância, mas não se desespere, há uma pequena esperança de que tudo seja apenas conspiranoia de gente tonta. De qualquer forma, antevendo o pior, uma empresa siberiana começou a vender kits de sobrevivência do fim de mundo contendo itens diversos como um bloco de notas, um lápis e um litro de vodca.

     Não é provável que vá mantê-lo vivo por muito tempo, mas ninguém poderá criticar dizendo que ao menos não tentou, certo? Por apenas 890 rublos (uns 60 reais), você receberá um kit médico -com remédio para o coração-, sabão, velas, fósforos, uma lata de sardinha, um pacote de trigo sarraceno, um litro de vodca, um bloco de notas, lápis, e uma corda.

     Como provavelmente já adivinhou, este é apenas um chamariz de vendas, e de acordo com um porta-voz da empresa Siberiana, funciona que é uma beleza, confirmando que já venderam 1.000 desses kits. Parece um presente agradável original para o Natal ou próximas férias, desde que, lógico, todos possamos sobreviver ao fim do temido calendário maia. Porém ontem surgiu um problema, as autoridades locais na Rússia estão tentando proibir a venda, alegando que vodca e medicamentos precisam de licenças para serem vendidos e que também não podem ser vendidos o conjunto para evitar interação medicamentosa.

     Embora isso possa ser considerado uma brincadeira, há pessoas tanto na Rússia como no mundo todo que realmente acreditam que o mundo está chegando ao fim, e que devemos nos arrepender e preparar para o pior. A agência de notícias RIA Novosti informou que algumas pessoas estão estocando produtos essenciais, quer roubando ou comprando, enquanto outros enfrentam as filas de bancos, ignorando tempestades, para tentar pagar todas as suas dívidas, para que possam deixar este mundo sem dever para ninguém. É claro, também há pessoas que tentam tirar proveito de seus medos, oferecendo descontos em redenções e lotes no céu, ou até mesmo cursos de sobrevivência ao apocalipse.

     Fonte:  Ria Novosti.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e princípios de 80, não devíamos ter sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebê eram pintadas com cores bonitas, em tinta à base de chumbo, altamente tóxicas, que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos.   (continua)


  •    Quando a gente acha que já viu quase tudo... Um homem de sobrenome Wang do condado de Huaiyang, na província chinesa de Henan, recentemente teve o choque de sua vida depois que a polícia revelou que sua esposa grávida fujona era na verdade um rapaz que gostava de se vestir como mulher.   (continua)


  •    Marcelo Nascimento da Rocha ganhou a fama de “maior trambiqueiro do Brasil” em 2001, quando se passou pelo empresário Henrique Constantino, filho do dono da companhia aérea Gol, em uma festa no Recife. Na pele do personagem, Marcelo namorou modelos e atrizes globais...  (continua)


  •    Desenho animado feito por André Gonzaga baseado na parabola "O Lenhador e a Raposa". Uma boa lição!


  •      O nosso 'modelo social capitalista' é mesmo cruel e criativo. Não se pode negar a excelência na forma de alguns ao venderem sonhos, ilusões... Um tal Krill Rudenko colocou à venda esta lata de ar de Paris. Por apenas 7 euros (17,50 reais) receberemos uma lata com 'nada' dentro.   (continua)


  •    Não há como ver este vídeo sem se lembrar do comercial da Gelol que dizia "Não basta ser pai, tem que participar." Admirável o esforço deste pai para entreter e divertir a sua pequena filha para que ela possa ter uma verdadeira experiência de realidade aumentada. Realmente não basta ser pai...


  •      Como saído de um filme de ficção científica, o milionário russo Dmitry Itskov busca a imortalidade através da união da consciência humana com as máquinas, projeto que vem financiando ao menos desde 2011 com 2045 Initiative. A meta final do projeto seria poder transferir a mente de uma pessoa de um cérebro vivo para uma máquina, conservando a personalidade e a memória intactas, como se tratasse de uma transferência via nuvem.   (continua)


  •      É melhor procurar ser feliz que não sê-lo? Provavelmente sim, ao menos enquanto não se transformar em um imperativo e ao mais quando, como essas flores que nascem nos lugares menos inesperados, a vontade surge espontânea e autenticamente, um fruto imprevisto e por isso ainda mais valioso. A seguir compartilhamos uma breve lista de coisas que podemos fazer para melhorar nossas vidas...   (continua)


Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília