Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

O mundo em seis contatos

Enviado por Gilberto Godoy
o-mundo-em-seis-contatos

     Por Bruna Cortez - Valor Econômico

     Yahoo usa Facebook para comprovar tese de 1967.

     Conhecer alguém e, algum tempo depois, descobrir um amigo em comum é uma situação bastante usual e que costuma deixar muitas pessoas com a sensação de que "o mundo é pequeno". Essa impressão já deu origem, inclusive, a estudos científicos, mas a escala em que os experimentos foram realizados sempre deu margem a contestações. Agora, no entanto, cientistas do Yahoo Research, braço de pesquisas do Yahoo, encontraram no Facebook o ambiente que consideram quase perfeito para comprovar a teoria dos seis graus de separação - segundo a qual, há apenas seis pessoas entre você e qualquer outro ser humano no mundo.

     Não por acaso, a experiência foi batizada de "Small World Experiment" (experiência do pequeno mundo, em tradução livre). Esse também foi o nome dado pelo professor de psicologia americano Stanley Milgram, que publicou um estudo sobre o fenômeno em 1967.

     Decorridos tantos anos, a principal diferença entre o estudo mais antigo e a experiência do Yahoo Research é o número de participantes. Enquanto o primeiro considerava um pequeno grupo de participantes e uma única pessoa-alvo (aquela que deveria ser alcançada pelo demais), o atual tem planos mais ambiciosos.

     A nova versão do "Small World Experiment" pretende ter aproximadamente 30 mil participantes, que deverão alcançar 15 pessoas-alvo. Na página do experimento na web, qualquer pessoa pode se inscrever como participante comum e, posteriormente, também se candidatar a ser uma pessoa-alvo. Os primeiros targets - como também são chamadas as pessoas que deverão ser alcançadas - foram indicados por funcionários do Yahoo Research. Para tanto, foram levados em consideração três critérios principais: a localização geográfica, ocupação e local onde estudam. Essas são as únicas informações dadas sobre a pessoa-alvo.

     Segundo Duncan Watts, cientista que lidera o experimento em parceria com o pesquisador Sharad Goel, usar o Facebook será um diferencial por permitir que o estudo seja realizado em uma escala muito maior.

     Em 2003, Watts realizou uma experiência com e-mails para tentar comprovar a teoria dos seis graus de separação. O número de pessoas que conseguiu completar a cadeia, no entanto, foi pequeno quando comparado ao total de participantes. A experiência de Milgram também foi contestada em 2002, quando descobriu-se que apenas uma pequena parcela dos participantes conseguiu alcançar a pessoa-alvo. A duração dessa nova experiência vai depender da adesão dos usuários do Facebook, mas Watts diz esperar conclui-lá em poucos meses.

     De acordo com o pesquisador, além da parceria com o Yahoo Research para o estudo, o Facebook também vai ajudar na análise dos resultados obtidos. Na avaliação de Watts, o maior desafio da experiência é levar as pessoas a dar continuidade à cadeia e fazer com que um amigo alcance a pessoa-alvo. "Não sabemos por que o ciclo não é completado e poderemos entender isso no Facebook", disse.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •     Você olha para seu celular e vê dezenas ou centenas de mensagens não lidas no WhatsApp... Certamente você está em mais grupos do que deveria ou gostaria. Não entre em pânico! Você não está só. Tem sido comum no atual momento...   (continua)


  •    A Google publicou uma trabalho de pesquisa a respeito da inteligência artificial no qual um avançado bot de chat aprendia com um conjunto predeterminado de conversas, para poder oferecer respostas "mais inteligentes". Um aspecto interessante deste bot, é... (continua)


  •    Nesta era tecnológica, as redes sociais se tornaram uma forma fundamental de interagir com nossos amigos e com o mundo, até se converter em um dos rituais cotidianos para alguns. No entanto, o que normalmente começa como um inofensivo hábito virtual...   (continua)


  •    Uma pesquisa do Ibope revelou que, de maneira inédita, a maioria dos brasileiros recebeu informações sobre política via Facebook, Twitter ou WhatsApp. Em um ano, triplicou a parcela da população que escolhe seus comportamentos a partir das informações compartilhadas nesses serviços, registrou o Estadão.   (continua)


  •      A teoria dos seis graus de separação originou-se a partir de um estudo científico, que criou a teoria de que, no mundo, são necessárias no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam ligadas. No estudo, feito nos Estados Unidos, buscou-se, através do envio de cartas, identificar o números de laços de conhecimento pessoal existente entre duas pessoas quaisquer.   (continua)


  •    Ricardo Guimarães fala sobre transição e revolução da sociedade, das empresas e do trabalho. 


  •    Uma escola de economia e gestão, em Paris, irá brevemente começar a utilizar um software de inteligência artificial para rodar um programa de reconhecimento facial, de modo a determinar se os seus estudantes estão prestando atenção às aulas. Está planejado que o software, denominado...   (continua)


  •    Existem muitas formas de adquirir conhecimento sobre diferentes temas, como por exemplo, vídeos no YouTube, livros, cursos, séries e documentários. Pensando nisso, o Brasil Econômico listou 5 documentários disponíveis no Netflix  para ajudar os interessados em empreendedorismo a se inspirarem ao mesmo tempo que se informam sobre assuntos presentes em diferentes setores de produção.   (continua)


Copyright 2011-2019
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília