Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Regras para grupos de WhatsApp

Enviado por Gilberto Godoy
regras-para-grupos-de-whatsapp

   Você olha para seu celular e vê dezenas ou centenas de mensagens não lidas no WhatsApp... Certamente você está em mais grupos do que deveria ou gostaria. Não entre em pânico! Você não está só. Tem sido comum no atual momento da humanidade estar sufocado por tantas mensagens (e porque não dizer, muitas bobagens) que recebe diariamente. Portanto, vamos pensar em regras, dicas, que podem nos ajudar.

     * Adequar postagens ao público
   Fique atento aos interesses do grupo. Piadas de cunho sexual num grupo familiar onde há até crianças não pega bem. Falta de bom senso? Total! Cada grupo tem um objetivo e público definido. Saber o que postar é fundamental. Grupo de família é para compartilhar assunto de família. Piadinhas devem ir para um grupo específico (se é que você tem tempo e paciência para estar num grupo desses). Postar fotos de carro num grupo de intelectuais não será bem visto.

   * Pergunte antes de adicionar
   Se você criou um grupo, pergunte para a pessoa se ela tem interesse em fazer parte dele e não saia adicionando como um louco. Assim você dá a chance de lhe dizer não. Agora se alguém adicinou você sem perguntar, e, sobretudo se você não tem interesse, simplesmente saia sem dó nem piedade.

   * Li e respondo quando der
   Nem sempre é possível responder a uma mensagem de imediato. E você pode ter mil e uma razões para isso: está no trânsito, tem que consultar alguém antes, precisa pensar no assunto ou simplesmente não está a fim. Aceite que dói menos….rs. Uma boa saída e colocar no seu status isso “respondo quando posso”. Porém, se notar que o assunto é urgente, vale o esforço de até parar o carro para responder ou, como eu faço, peço para quem está no banco do passageiro.

   * Saia antes de se aborrecer
   O conteúdo do grupo lhe incomoda? É de mal gosto? Baixaria ou apenas não lhe motiva? Saia sem medo. Quem posta o que quer tem que lidar com as saídas de quem não quer aquele tipo de informação ou desinformação.

   * Assuntos individuais não vão para o grupo
   Quer saber de algo bem particular com uma amiga? Chame-a na conta dela no whatsapp. Nada de lotar o grupo com um bate-papo exclusivo de vocês. Aliás, se alguém postou uma conversa particular no grupo, não dê pitaco no assunto. Ignore apenas.

   * Gravações de áudio
   A gravação de voz é uma mão na roda quando o assunto é extenso, porém a resposta pode demorar mais. Afinal, se quem recebeu a mensagem estiver sem fones de ouvido, sem internet ou no trabalho, por exemplo, não poderá ouvir. Os áudios devem ser exceção ou enviados para alguém com quem você tem grande intimidade. Este é um dos maiores incômodos que  watsapp produz.

   * Cuidado com grupos formais
   Alguns grupos de trabalho, empresas ou entidades não "permitem" piadas. Não dê opiniões ou faça julgamentos nestes grupos formais. Você corre o sério risco de ser mal interpretada. Uma ironia digitada nem sempre é vista como brincadeira.

   * Sem bombardeio
   A frase “quem fala demais tem pouco a dizer” resumiria bem a vida de muitas pessoas nos grupos de WhatsApp. Se você quer ser notado, poste menos. Assim quando se manifestar todos irão prestar atenção. Excesso de postagem demostra carência de atenção, muitas vezes.

   * Atenção ao horário
   Use o horário livre do trabalho para checar o WhatsApp. Respeite o horário comercial para mandar mensagens profissionais. E quando o assunto for pessoal, se não for alguém muito íntimo, evite mensagens em horários inoportunos como a madrugada. A menos que o contexto permita

   * Ligue, quando possível
   É claro que o WhatsApp ajuda, mas tem hora que uma conversa pelo telefone vale muito. Pessoalmente, então? Melhor ainda!

   * Evite discussões teóricas
   Há algumas discussões intelectuais que devem ser reservadas para o ambiente adequado. Geralmente tentar provar ao outro que suas ideias e teorias estão corretas não funciona num grupo de watsapp. Deixe para a academia ou para assembleias apropriadas a este fim. O que geralmente se consegue quando se faz isto é desenvolver antipatia em outros membros do grupo.

     Fonte: Terra/Vida e Estilo; NovoMomento

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  • Este site contém quase todos os jornais do mundo, atualizados. Muito útil e interessante.

    http://www.newseum.org/todaysfrontpages/flash/


  •    A Google publicou uma trabalho de pesquisa a respeito da inteligência artificial no qual um avançado bot de chat aprendia com um conjunto predeterminado de conversas, para poder oferecer respostas "mais inteligentes". Um aspecto interessante deste bot, é... (continua)


  •    Nesta era tecnológica, as redes sociais se tornaram uma forma fundamental de interagir com nossos amigos e com o mundo, até se converter em um dos rituais cotidianos para alguns. No entanto, o que normalmente começa como um inofensivo hábito virtual...   (continua)


  •    Uma pesquisa do Ibope revelou que, de maneira inédita, a maioria dos brasileiros recebeu informações sobre política via Facebook, Twitter ou WhatsApp. Em um ano, triplicou a parcela da população que escolhe seus comportamentos a partir das informações compartilhadas nesses serviços, registrou o Estadão.   (continua)


  •      A teoria dos seis graus de separação originou-se a partir de um estudo científico, que criou a teoria de que, no mundo, são necessárias no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam ligadas. No estudo, feito nos Estados Unidos, buscou-se, através do envio de cartas, identificar o números de laços de conhecimento pessoal existente entre duas pessoas quaisquer.   (continua)


  •    Ricardo Guimarães fala sobre transição e revolução da sociedade, das empresas e do trabalho. 


  •    Uma escola de economia e gestão, em Paris, irá brevemente começar a utilizar um software de inteligência artificial para rodar um programa de reconhecimento facial, de modo a determinar se os seus estudantes estão prestando atenção às aulas. Está planejado que o software, denominado...   (continua)


  •    Existem muitas formas de adquirir conhecimento sobre diferentes temas, como por exemplo, vídeos no YouTube, livros, cursos, séries e documentários. Pensando nisso, o Brasil Econômico listou 5 documentários disponíveis no Netflix  para ajudar os interessados em empreendedorismo a se inspirarem ao mesmo tempo que se informam sobre assuntos presentes em diferentes setores de produção.   (continua)


Copyright 2011-2020
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília