Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

10 inovações tecnológicas que marcaram 2016

Enviado por Gilberto Godoy
10-inovacoes-tecnologicas-que-marcaram-2016

   O futuro chegou! Inteligência artificial, carros autônomos e bots foram as tecnologias que chegaram com tudo neste ano.  A revista Exame separou as grandes inovações tecnológicas mais importantes de 2016. Confira a seguir.

   De um par de óculos que publica vídeos em redes sociais até o desenvolvimento de um foguete reutilizável, 2016 foi um ano cheio de inovações. A Lenovo pode ter apontado o futuro dos smartphones com seu Moto Z, e o Facebook pode ter criado uma forma de, finalmente, conectar os bilhões de não conectados ao redor do mundo.


   SpaceX Falcon 9: o foguete reutilizável
   As buscas por um foguete reutilizável ganharam respostas. Liderada pelo excêntrico Elon Musk, a SpaceX foi capaz de aterrissar um foguete em uma plataforma no oceano Atlântico. O foguete Falcon 9 se torna uma boa opção para o envio de alimentos a Marte e outros lugares no espaço, cortando custos de missões espaciais futuras. Ele ainda deve ser ferramenta para uma possível exploração a Marte.


   Facebook Aquila: internet dos céus
   Provando novamente que é mais do que uma rede social, o Facebook realizou um voo de teste com um drone alimentado por energia solar e capaz de fornecer conexão à internet para populações em locais ermos. Chamado de Aquila, o avião faz parte da Internet.org, iniciativa do Facebook para conectar os não conectados. Durante os testes, o Aquila teve uma falha estrutural na hora do pouso–ele é um protótipo, afinal.


   Bolt: o carro elétrico para as massas
   Se os carros elétricos vão salvar o mundo, eles têm que servir como substituto para boa parte dos que queimam combustível. Para isso, não adianta cobrar centenas de milhares de dólares. O Bolt, da GM, quer ser esse carro para as massas. Com preço estimado em 35 mil dólares, ele será capaz de percorrer até 380 quilômetros com uma carga de bateria. Mas ele tem um concorrente à altura: o Tesla Model 3. Neste momento, os dois são a melhor esperança para o meio ambiente nesse campo.


   Spectacles: os óculos que filmam
   Inovar não é só trazer novas tecnologias–também é saber como usá-las. O Google tentou e falhou. Agora, é a Snap (empresa do Snapchat) quem tenta trazer óculos digitais e conectados: os Spectacles. O par de óculos escuros fazem vídeos de até 30 segundos para serem compartilhados no Snapchat. A julgar pelo visual, a empresa sediada em Los Angeles já sai bastante na frente do Google.


   Teto solar da Tesla
   Lá vem Elon Musk mais uma vez. Além dos carros, a Tesla quer revolucionar como consumimos energia elétrica em nossas casas. A empresa anunciou sua primeira linha de painéis solares. Como era de se esperar, eles não parecem com nada já feito nessa área. O telhado é construído com vidro texturizado e células solares integradas. Isso deixa os painéis praticamente invisíveis graças a uma pintura especial que deixa as células solares transparentes.


   Moto Z: o futuro dos smartphones?
   Nos últimos anos, o mercado de smartphones parece ter desacelerado em inovação. Mas a Lenovo mudou isso em 2016. O Moto Z traz uma perspectiva interessante com seus acessórios modulares. Os ímãs na traseira permitem que o Moto Z se conecte a acessórios como câmera, bateria extra, caixa de som da JBL ou até um mini projetador. O Moto Z pode ser, hoje, um indicativo do que devemos ver nos smartphones do futuro.


   Skype Translator: uma barreira a menos
   O Skype quebrou uma barreira que prejudica a comunicação: a língua. O Skype Translator é uma tecnologia que faz traduções simultâneas de voz em conversas por áudio ou vídeo. Ela já fala diversas línguas, inclusive o português. Baseado em machine learning, o recurso deve ficar mais inteligente à medida que é usado. Para ele ter uma boa base do português, os computadores da Microsoft foram inundados com conversas e sotaques da nossa língua.


   Google Daydream: construção da realidade virtual
   Em 2016, o Google anunciou sua plataforma de realidade virtual, o Daydream. Com ela, desenvolvedores podem construir mundos virtuais dentro da realidade virtual, sem a necessidade de uma tela de computador. O Daydream serve também para que pessoas interajam e joguem games. Por enquanto, a plataforma é compatível apenas com os óculos de realidade virtual do Google. Eles são equipados com um controle com sensores inteligentes que entendem os movimentos e gestos do usuário.


   Uber: carros autônomos
   A visão de futuro do Uber não é segredo para ninguém: uma frota de carros autônomos que vão levar passageiros a todos os lugares. Em setembro deste ano, a companhia fez os primeiros testes com esse tipo de serviço na cidade americana de Pittsburgh. Os veículos utilizados foram o XC 90, da Volvo. Eles têm sensores que captam o ambiente ao seu redor para se locomover com segurança. Os testes ainda estão sendo realizados.


   Bots do Messenger: robôs no seu bolso
   Os chatbots (robôs que conversam) eram uma promessa até o Facebook permitir que eles funcionassem no Messenger. Depois disso, se tornaram uma realidade. Eles podem ser usados para atendimento ao cliente, na oferta de serviços e até para aproximar fãs de seus ídolos. Os chatbots são o começo da revolução que a inteligência artificial deve promover.

     Fonte: Exame.com

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  • Este site contém quase todos os jornais do mundo, atualizados. Muito útil e interessante.

    http://www.newseum.org/todaysfrontpages/flash/


  •     Você olha para seu celular e vê dezenas ou centenas de mensagens não lidas no WhatsApp... Certamente você está em mais grupos do que deveria ou gostaria. Não entre em pânico! Você não está só. Tem sido comum no atual momento...   (continua)


  •    A Google publicou uma trabalho de pesquisa a respeito da inteligência artificial no qual um avançado bot de chat aprendia com um conjunto predeterminado de conversas, para poder oferecer respostas "mais inteligentes". Um aspecto interessante deste bot, é... (continua)


  •    Nesta era tecnológica, as redes sociais se tornaram uma forma fundamental de interagir com nossos amigos e com o mundo, até se converter em um dos rituais cotidianos para alguns. No entanto, o que normalmente começa como um inofensivo hábito virtual...   (continua)


  •    Uma pesquisa do Ibope revelou que, de maneira inédita, a maioria dos brasileiros recebeu informações sobre política via Facebook, Twitter ou WhatsApp. Em um ano, triplicou a parcela da população que escolhe seus comportamentos a partir das informações compartilhadas nesses serviços, registrou o Estadão.   (continua)


  •      A teoria dos seis graus de separação originou-se a partir de um estudo científico, que criou a teoria de que, no mundo, são necessárias no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam ligadas. No estudo, feito nos Estados Unidos, buscou-se, através do envio de cartas, identificar o números de laços de conhecimento pessoal existente entre duas pessoas quaisquer.   (continua)


  •    Ricardo Guimarães fala sobre transição e revolução da sociedade, das empresas e do trabalho. 


  •    Uma escola de economia e gestão, em Paris, irá brevemente começar a utilizar um software de inteligência artificial para rodar um programa de reconhecimento facial, de modo a determinar se os seus estudantes estão prestando atenção às aulas. Está planejado que o software, denominado...   (continua)


Copyright 2011-2022
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília