Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

O professor do futuro - Gabriel Perissé

Enviado por Gilberto Godoy
o-professor-do-futuro---gabriel-perisse


     "Para ensinarmos um aluno a inventar precisamos mostrar-lhe que ele já possui a capacidade de descobrir" Gaston Bachelard.

     O professor, como os artistas, provoca o amor pelo conhecimento, um amor que já existia em nós, mas estava adormecido.

     O professor, como os profetas, desencadeia um processo de descoberta pessoal que, por sua vez, ativa nosso poder criador.

     Desencadear é retirar o cadeado.

     O professor liberta seu aluno. E os melhores alunos largam as mãos do mestre, depois de descobrir sua capacidade de andar sozinhos, de correr sozinhos, de voar mais alto.

     Muitos estudantes andam presos, e por isso deixam de andar. Estão paralisados pelo medo, pela falta de horizontes. Estão perplexos, olhando sem ver, ouvindo sem escutar, falando sem dizer, lendo sem entender, escrevendo sem pensar.

     Muitos estudantes estão na cadeia do desânimo, não sabem abrir caminhos com a força dos seus passos.

     Muitos estudantes são vítimas de uma reação em cadeia. Não agem, só reagem. Mal se defendem do mal. Passam de ano sem passar. Passam sem pensar. São passados para trás. Sem saber por quê, e por quem. Passam mas não ficam. Ou passam e continuam presos ao passado.

     O professor do futuro (e do sempre) deve ensinar, no presente, não o método que passa (e até faz passar...), mas a alma que permanece.

     Deve ensinar, não a única resposta certa em meio à múltipla desescolha, mas a capacidade de cometer erros criativos, de ver que um fracasso, didaticamente, vale mil sucessos.

     Ensinar, não a opção correta, a única porteira pela qual a boiada passa, de cabeça baixa, para o matadouro, mas a coragem de pular no escuro (se for preciso), e com os olhos abertos.

     Transmitir, não o conhecimento mastigado, a ração, mas despertar no aluno a vontade de mastigar por conta própria, de usar a razão, de saborear conhecimentos tradicionais e inéditos.

     O professor do futuro ensina, não o caminho das pedras, mas o amor às pedras que existem em todos os caminhos.

     O verdadeiro professor é um inspirador.

     Suas aulas são poéticas, proféticas.

     Não hipnotizam, acordam. Não cansam, desafiam. Não anestesiam, fazem refletir.

     O professor inspira confiança, inspira o desejo de chegarmos a ser deuses.

     O professor do futuro torna o futuro mais real que a banal ilusão... desilusão que alguns chamam de realidade.

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  • "Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
    Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho
    deles. A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor,
    eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos...
    (continua)


  • MÃE... são três letras apenas
    As desse nome bendito:
    Também o céu tem três letras...
    E nelas cabe o infinito.

    Para louvar nossa mãe,
    Todo o bem que se disse
    Nunca há de ser tão grande
    Como o bem que ela nos quer...

    Palavra tão pequenina,
    Bem sabem os lábios meus
    Que és do tamanho do céu
    E apenas menor que Deus!


  • “Mãe,
    Vem ouvir a minha cabeça a contar histórias ricas que ainda não viajei!
    Traz tinta encarnada para escrever estas coisas!
    Tinta cor de sangue, sangue verdadeiro, encarnado!
    (continua)


  •    Hoje Primeiro de Maio é o Dia Internacional do Trabalhador. Diga-se bem: do Trabalhador. Esse papo de Dia do Trabalho é eufemismo pra desviar a razão da celebração. Trabalho por mais produtivo que seja é sempre dispêndio de energia, sacrifício, e luta. Não fosse nossa condição adâmica poderíamos estar todos ainda  no Paraíso sem precisar estar comendo o nosso pão no suor do nosso rosto.   (continua)


  •    Belchior foi um dos ícones mais enigmáticos da música popular no Brasil, com mais de 40 anos de carreira. Ele não tinha paradeiro certo desde 2008 quando abandonou quase tudo e todos. Mais um gênio que se vai... Teve o primeiro sucesso nos anos 70 ao lado do também cearense Fagner, com a faixa "Mucuripe".   (continua)


  •     História do Dia do Índio
       Comemoramos todos os anos, no dia 19 de abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Mas porque foi escolhido o 19 de abril?
       Origem da data... (continua)


  •     Comemora-se hoje o Dia do Livro.
      Não há poder sem conhecimento. A famosa frase de Francis Bacon,  "Conhecimento é poder" nunca foi tão atual. Seja o poder pessoal de viver, modificar e dar qualidade às nossas vidas, seja o poder político, do qual todos dependemos. Ter acesso a informações de qualidade é fundamental para que possamos ter ...   (continua)


  • "Para isso fomos feitos:
    Para lembrar e ser lembrados
    Para chorar e fazer chorar
    Para enterrar os nossos mortos —
    Por isso temos braços longos para os adeuses...
    (continua)


Copyright 2011-2021
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília