Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

FAB ajuda a combater incêndios florestais no DF

Enviado por Gilberto Godoy
fab-ajuda-a-combater-incendios-florestais-no-df

     O trabalho da Força Aérea Brasileira (FAB) é muito maior e mais abrangente do que a população em geral imagina. Desde a defesa aérea, proteção das nossas fronteiras, ajuda humanitária e até auxílio em questões sociais e ambientais. No Distrito Federal, devido à grande estiagem deste ano, o fogo está invadindo áreas que há tempos não fazia. A fumaça e a seca estão maltratando nosso cotidiano. A FAB está ajudando os bombeiros do Distrito Federal a combater diversas frentes de incêndio que atingem as florestas da capital.

     Um avião Hércules C-130 está despejando 12,8 mil litros de água a cada decolagem, nas áreas indicadas pelo Corpo de Bombeiros. No início deste sábado, as equipes atuaram nos arredores do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek.

     A área foi escolhida devido ao risco de o incêndio próximo às pistas prejudicar o tráfego aéreo. Em seguida, partiremos para as demais regiões afetadas, seguindo as orientações dos bombeiros - explicou o porta-voz da operação, capitão Paulo Costa, da FAB.

     Após atuar na região do aeroporto, o Hércules ajudará no combate ao incêndio na Floresta Nacional, localizada nas proximidades da cidade-satélite de Brazlândia. Apesar de a equipe de monitoramento pelo ar ainda não ter definido os pontos de incêndio a serem combatidos, a equipe em terra informou-nos que essa é a prioridade para os próximos sobrevoos - disse o major Florindo, do Corpo de Bombeiros. Segundo ele, os bombeiros contam com mais quatro aeronaves de menor porte. Uma delas é destinada a fazer monitoramento para identificar as regiões que terão prioridade.

     Temos também dois helicópteros com cestas que servem para despejar água, e um avião com capacidade para o transporte de 3,1 mil litros. Eles são mais manobráveis do que o Hércules, que é usado para o combate a linhas de fogo mais extensas - explicou o major.

     De acordo com a FAB, o Hércules consegue atuar em uma área de 50 metros por 500 metros. É ideal para situações em que o acesso por terra está dificultado pelas chamas. Após nossa ação, fica mais fácil o combate direto ao incêndio - explicou Costa. De origem norte-americana, o avião gasta cerca de 30 minutos para fazer o reabastecimento de água e decolar novamente. Geralmente, os 12,8 mil litros são despejados ao longo de duas ou três passagens, mas em casos extremos podem ser despejados de uma única vez.

     A FAB tem, em todo o país, dois equipamentos que possibilitam o despejo de água ou retardante - substância feita à base de argila, água e alguns produtos químicos estabilizantes, usada em áreas ainda não incendiadas, com o objetivo de evitar o alastramento do fogo. Por enquanto, essa substância não pode ser usada porque aguarda liberação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    Chama-se gentrificação (um neologismo que ainda não consta nos dicionários de português) ou enobrecimento urbano, de acordo com algumas traduções, a um conjunto de processos de transformação do espaço urbano que ocorre...   (continua)


  •      Armação dos Búzios ou apenas Búzios, como é globalmente conhecido, é um município do estado do Rio de Janeiro localizado na Região dos Lagos. Faz divisa a oeste com Cabo Frio, município do qual tornou-se autônomo em 1995. Localiza-se a cerca de 165 quilômetros da capital do estado.   (continua)



  •       New York City Timelapse - The Manhattan Project HD1080P Time-lapse


  •       Conhecer o Rio de Janeiro de bicicleta, pelas ciclovias do Leblon, Lagoa Rodrigo de Freitas, Ipanema, Copacabana, Leme, Botafogo, Flamengo, Centro... é muito bom! Fazer isto aproveitando pra tirar belas fotografias, melhor ainda. Se for leve e faceiro, ouvindo Tom Jobim e Chico Buarque (como neste vídeo) então, aí não tem preço, nada paga. Quem fizer não vai se arrepender, garanto!


  •      Me perguntaram quem é o mais nova-iorquino dos nova-iorquinos e o primeiro nome que pintou foi Woody Allen. Bobagem minha. Ele e as situações e os personagens dos seus filmes são nova-iorquinos, mas o nova-iorquino típico não é um cineasta neurótico genial. Todos temos neuras. Quais tipificam Nova York?   (continua)


  •    Se Nova York é a cidade que nunca dorme eu não sei. O que sei é que muita gente, de fato, não dorme. E não é por falta de vontade. O barulho é de longe a maior reclamação no serviço 311, uma linha telefônica de comunicação entre os moradores e as prefeitura da cidade. Lançado em 2003, o número recebe uma média de 50 mil ligações por dia.   (continua)



  •      Um belo vídeo, com o hino da cidade natal da minha saudosa e amada mãe!
     


  •    Segundo dados da UN Population Division, 72% da população do continente europeu mora nos centros urbanos. No entanto, suas cidades consomem um percentual menor do que este, apenas 69% do total de energia. O número é abaixo do que se poderia imaginar e a razão parece estar ligada a...   (continua)


Copyright 2011-2019
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília