Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Pina Bausch: "dance ou estaremos pedidos"

Enviado por Gilberto Godoy

     "Pina", documentário de Wim Wenders sobre a dançarina e coreógrafa alemã Pina Bausch (1940-2009), causou comoção quando foi apresentado no festival de dança de Berlim. Foi considerado por muitos jornalistas e críticos uma experiência emocionante e profunda. Exibido na seleção oficial sem concorrer ao Urso de Ouro, é um tributo à principal cabeça criativa do Tanztheater Wuppertal, companhia que passou a dirigir no início dos anos 1970 e hoje leva o seu nome.

      Wenders conta que o filme havia sido planejado em conjunto com Bausch. Eles iniciaram a produção no começo de 2009 e chegaram a gravar quatro peças: "Le Sacre du Printemps" (1975), "Kontakthof"(1978); "Café Muller" (1978) e "Vollmond"(2006). "Mas ela morreu [em julho de 2009] subitamente", disse ele, na entrevista coletiva. "Tínhamos um conceito que de uma hora para outra não pode ser mais desenvolvido. Não sabíamos o que fazer para preencher esse enorme vácuo que ela deixou. Havíamos filmado apenas quatro peças. E achei que a melhor maneira de completar o trabalho era adotar o método da própria Pina, que era questionar constantemente seus dançarinos."

      O cineasta disse que a primeira coisa que chamou sua atenção em Pina Bausch foi o modo como ela olhava para as coisas. "Para ela, era importante a forma como as pessoas se expressam pela dança", disse ele. "Ela realmente olhava através das pessoas. É sobre isso que fala o filme, na verdade: sobre esse olhar."

     Acho o modo como as pessoas olham para as coisas é o termômetro da vida! Altera fantasias, cria encantamentos, destrói relações, sensibiliza perspectivas de outras relações, potencializa mudanças... é tudo!

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •   Uma fantástica recordação dos anos 80. Músicas, desenhos, filmes, seriados, novelas, programas de TV, brinquedos, doces e muito mais. Muito bom, sobretudo pra quem viveu esta década de ouro, relembrar isto tudo.


  •    Imagens de 1976 que mostram o primeiro contato de um homem branco com uma tribo da Papúa Nova Guiné. A tribo chama-se Toulambi e as reações ao ver um homem branco são emocionantes. Coloquem-se na situação deles, pensando como seria ver...   (continua)


  •    Cada língua possui expressões próprias que, orgulhosamente, se apresentam como intraduzíveis em outros idiomas, recipientes de práticas culturais, hábitos, costumes perseguidos em anos e anos de história que...   (contnua)


  •    "Mesmo que não possamos adivinhar o tempo que virá, temos ao menos o direito de imaginar o que queremos que seja.  As Nações Unidas tem proclamado extensas listas de Direitos Humanos, mas a imensa maioria da humanidade não tem mais que os direitos de: ver, ouvir, calar.   (continua)

  •    Um relatório elaborado por Cynthia Quiroga, psicóloga colombiana (o cantor Carlos Gardel morreu em 1935 na colombiana Medellín), integrante da Universidade de Frankfurt (Alemanha, terra onde foi inventado o bandonenón) afirma que o tango eleva o desejo sexual. A Universidade recomenda o tango para casais com problemas de baixa testosterona.   (continua)


  •      Um ritual secular indiano determina que castas hindus consideradas inferiores devem rolar nos restos de alimentos consumidos por membros de uma casta superior. Mas nem é o próprio ritual que é estranho. A parte mais esquisita é que, enquanto ativistas sociais estão realmente buscando proibir a prática, os hindus de "baixa casta" não admitem parar de rolar nas sobras.   (continua)


  •    Moscow City Symphony "Russian Philharmonic", Phonograph Jazz Band. Conductor: Honoured Artist of Russia Sergey Zhilin, Soloists: Yuri Medyanik (bandoneon), Rodion Petrov (violin), Pair of dancers: Inna Svechnikova, Dmitry Chernysh.


  •    Ao longo de toda a existência, o homem sempre buscou formas de perpetuar o seu conhecimento e transmiti-lo a gerações futuras. O que seria da história ou do conhecimento se os episódios e vicissitudes da humanidade não estivessem escritos e armazenados em algum lugar? Simplesmente seriam fatos que...   (continua)


Copyright 2011-2019
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília