Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Será um novo Michael Jordan?

Enviado por Gilberto Godoy

   A promessa se chama Kwe'shaun Parker, e não é por acaso que ele vem sendo comparado a Michael Jordan. Ele tem 1,88 metros, relativamente baixo para o esporte, praticamente voa no campeonato colegial de basquete e deve logo estrear no universitário. Ainda que uma bandeja renda os mesmos dois pontos que uma enterrada no basquete, não é qualquer um que faz a primeira da mesma forma que Oscar e nem a segunda como Michael Jordan. O garoto parece realmente ter habilidade acima da média. Vamos guardar o nome e aguardar! 
 

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    Uma verdadeira Bíblia sobre a história da seleção brasileira. Assim pode ser definida a obra do pesquisador e historiador Airton Fontenele, o oitavo livro do escritor cearense sobre o tema Copa do Mundo.   (continua)


  •    As imagens de um voo de wingsuit estabilizado por pelo plugin ReelSteady feito pelo corajoso Graham Dickinson são para além do impressionante.   (continua)

       Dica: assista em tela cheia HD.


  •    Nem sempre o que parece é! Este comercial patrocinado por uma loja de departamentos mexicana e estrelado pelo bam-bam-bam do futebol Freestyle, Sean Garnier, que disfarçado como um senhor idoso, ensina uma lição a alguns jovens.


  •    O tenista profissional sérvio Novak Djokovic, certamente um dos maiores nomes da história do tênis, é de longe o sujeito mais "simpático e palhação do tênis, sempre distribuindo sorrisos e cheio do melhor humor. Para quem gosta do esporte é sempre uma aula de técnicas e de alegria ver um jogo dele.


  •    Este post é para os amantes do basquetebol. Stephen Curry, do Golden State Warriors, de Oakland, foi eleito o melhor e o jogador mais valioso do basquete. Ele foi escolhido por 131 jornalistas esportivos dos Estados Unidos e do Canadá, com direito...   (continua)


  •      FuteGolfe é um esporte viciante e divertido diversão que combina golfe e futebol. Geralmente é jogado em campos de golfe e os jogadores têm de dar a chutada em uma bola de futebol em buracos com o menor número de chutes possíveis.   (continua)


  •    Chega a ser engraçado. Neste vídeo de comparação, Bill Holand entrando para um pit stop em 1950 na prova de Indianápolis 500. Naquela época, apenas quatro membros da equipe eram autorizados a trabalhar no carro. Tempo de parada: 67 segundos. Em seguida, vemos um pit stop da Ferrari de Alonso em 2013 no GP da Austrália, em Melbourne. Tempo de parada: 3 segundos.   (continua)


  •      Mundial de Ironman 1997, em Kona. Wendy Ingraham e Sian H. Welch chegam na linha de chegada no limite da exaustão. As pernas não respondem mais, mas o que vale é se superar. Confira!
     


  •      O mecânico industrial Ulf Hoffmann construiu um robô, ao qual denominou UHTTR-1, que, lógico, joga tênis de mesa com o auxílio de sua própria câmera. Não é tão agressivo como alguns jogadores, mas é um bom parceiro para treinar a prática do ping-pong. Não sabe dar cortadas mas quem sabe aprende. Hoffman menciona que seu filho adicionou texto e música para o vídeo para que não ficasse tão chato.    (continua)


  •    Imagine um homem de 49 anos de idade que devora cinco remédios diferentes por dia, não abre mão de uma garrafa de vinho, muitas cervejas come quilos de batatas fritas e bastante chocolate. Para completar, considere que alguns de seus últimos check-ups diagnosticaram-lhe um quadro de depressão, entre outros problemas.   (continua)



  •      O jogo era entre TianJin e Army no campeonato chinês de voleibol feminino. Eis que alguém apertou o botão de "eternizar" o jogo... um rally interminável e espetacular começa. O espectador pode até pensar que a bola jamais irá tocar o chão outra vez jamais diante da infindável troca de bolas. Incrível!


  •    Quem gosta de tênis já deve ter se perguntado qual a maior troca de bolas num jogo profissional. Longas trocas são cansativas mas muito bonitas de serem vistas. Este post conta um pouco das histórias de longas trocas de bolas.   (continua)


Copyright 2011-2018
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília