Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

'Tarja branca' e a necessidade de brincar para existir

Enviado por Gilberto Godoy
-tarja-branca--e-a-necessidade-de-brincar-para-existir

     Uma das músicas mais conhecidas do grupo Palavra Cantada, entoa que “Criança não trabalha, criança dá trabalho”. Diversos estudos (e a mais importante de todas, a observação do comportamento dos pequenos) comprovam a importância das brincadeiras para o desenvolvimento infantil, tanto intelectual quanto interpessoal. E na corda bamba que é essa transição entre a infância e a vida adulta e sua corrida por sucesso na carreira e vida pessoal, vamos nos embrutecendo e acinzentando com as durezas do cotidiano.

   A tecnologia nos consome e distancia de nossa natureza que exige o contato humano, natural e necessário, como explana uma das pesquisadoras entrevistadas para compor o documentário “Tarja Branca”, “a gente nasceu pra ser gente”. Isso mesmo. Porque brincar é existir. É sentir-se vivo. Lançado em junho de 2014 nos cinemas e com a mesma equipe que produziu o pontual “Muito Além do Peso”, o documentário investiga e instiga a importância da brincadeira, tanto para o uso lúdico na vida, quanto no âmbito social e de enfrentamento de crises e questionamentos humanos, todos esses processos que nos fazem crescer.

   A fala de profissionais especializados na infância é costurada com as memórias e experiências de pessoas como Marcelino Freire, escritor pernambucano, que para escrever, também precisa manter acesa a liberdade de imaginar, descontruir e inventar histórias e personagens.

   Para a coreógrafa Andrea Jabor, “brincar é urgente”, e cada vez mais necessário numa sociedade rodeada por tecnologia e certa deficiência imaginativa, onde as brincadeiras não precisam ser inventadas, pois já estão disponíveis em lojas. Como resultado das convenções sociais, certamente a maioria de nós escolheu não dar trabalho. E seguimos um monótono processo onde o tempo encurtou e as exigências da máquina do trabalho aumentaram, diminuindo nosso espaço e pensar lúdico. Perdemos nossos trava-línguas, ganhamos o receio de pintar objetos com cores diferentes das conhecidas e, principalmente, deixamos para trás nossa liberdade de existir dentro da nossa imaginação.

   Afinal, a brincadeira não precisa estar ligada ao ambiente infantil, mas pode compartilhar de suas vivências, aprendizados e desprendimentos. O quanto se aprende levando a vida de uma maneira um pouco menos ansiosa ou com pequenos exercícios para não levar tudo tão a sério? Brincar é o remédio que falta para que nossas gavetas e caixas de primeiros socorros permaneçam quietas.

   O filme está disponível no youtube, através do canal da produtora Maria Farinha Filmes.

     Fonte: Obvius

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    Claro que toda lista de 'melhores' depende do gosto de quem julga. Porém, a “Sight & Sound Magazine”, revista de cinema do British Film Institute, promoveu uma enquete com 358 diretores de 73 países para escolher os maiores filmes de todos os tempos. A enquete também ouviu, leitores, produtores, especialistas e críticos. Neste post, apresentamos...  (continua)


  •    A investigação da identidade brasiliense, ainda sem desfecho, atiça uma geração que continua a procurar respostas para uma antiga questão: qual é a imagem do cinema brasiliense? Crises e a irmanada dobradinha política e poder, além do próprio fazer cinematográfico, reinam como temas de uma cidade que define, via verbas estatais, a linhagem dos projetos de cinema.   (continua)


  •      Num mundo pós-Apocalipse, em que a Terra se tornou um deserto e o que sobrou da humanidade se reúne em gangues, Denzel Washington e Gary Oldman brigam pelo bem mais precioso de todos: a Bíblia. Com: Denzel Washington, Mila Kunis, Michael Gambon e Gary Oldman e direção de Albert Hughes e Allen Hughes, de 'Do Inferno'. O trecho final do filme é excelente. Recomendo!


  •    Neste vídeo são comentados pelo professor Gilberto Godoy sete filmes que tem a Itália como pano de fundo. Eles foram escolhidos sem critérios técnicos, apenas pelo encantamento que eles produzem e pela beleza da fotografia e leveza da história.

       Link:  https://www.youtube.com/watch?v=DHnUAHCLJk4


  •      O Curta 'The Power of Nature' é um desses vídeos de impressionar. O som deve estar alto. O curta mostra imagens e fenômenos naturais por todo mundo, mostrando que quando "quer", a natureza dá o seu recado aos humanos, mostrando-nos que somos "nada" diante da sua assustadora "fúria". A também ótima trilha é Planet Boom do Tune of Soul.


  •    Uma lista de filmes especiais que tem como pano de fundo a beleza da Itália e seus encantos. Há tempos que queria organizar esta lista. Taí.
       1. De Encontro com o Amor (Brad Mirman, 2005)
    A história se passa na Toscana rural, numa vila muito linda. Jeremy Taylor (Joshua Jackson) é um jovem escritor que está à procura de seu ídolo, Weldon Parish (Harvey Keitel). Parish vive atualmente recluso, decisão que tomou após passar por...   (continua)


  •    Lista de quarenta filmes com temas relacionados com História, para quem gosta do gênero.
      Nós que aqui estamos por vós esperamos (1999) – Direção: Marcello Masagão. Um documentário sensacional. Com recortes biográficos reais para representar o século XX e toda sua efervescência. Sem seguir a típica e didática linha cronológica dos documentários tradicionais, este, além de...   (continua)
    * Veja sobre Psicólogo Brasília na Clínica Brasília de Psicologia ou AQUI.


  •    Uma lista de 20 grandes filmes existenciais, belíssimos, delicados, intensos, profundos e reflexivos. Pensar no valor da vida, na escala social que diferencia pela posição de classe, no sentido de nos adpatarmos a um mundo neurótico e alienante... Quem é cada um em seu mundo particular, na beleza de sua singularidade, surpreendente em...   (continua)


Copyright 2011-2021
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília