Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Cinema para aprendizado - Juliana Sada

Enviado por Gilberto Godoy
cinema-para-aprendizado---juliana-sada

   O uso de filmes ficcionais e documentários em sala de aula pode ser uma ótima ferramenta pedagógica para apoiar o aprendizado dos estudantes. Por meio de uma linguagem audiovisual, muitas vezes mais atrativa às crianças e adolescentes, os filmes permitem novas abordagens e olhares sobre os conteúdos curriculares.

   No entanto, ao contrário do que possa parecer, o uso didático de filmes demanda grande presença e preparação dos professores. Para a pesquisadora Cláudia Mogadouro, é importante que o educador faça a mediação entre a obra audiovisual, os estudantes e os conteúdos relacionados. “É fundamental que o professor faça alguma introdução do assunto para que o aluno chegue a suas interpretações”, defende em entrevista ao Centro de Referências em Educação Integral.

   Cláudia ressalta que os filmes – ficcionais ou documentais – não são um retrato da realidade e sim uma leitura dela. Ou seja, traz em si a visão dos envolvidos na produção e ainda permite que cada indivíduo produza uma leitura da obra. “É importante que se leve em conta que o cinema é polissêmico, ou seja, permite muitos significados em torno dele. E, portanto, alunos e professores terão olhares diferenciados para os títulos, baseados em suas experiências, o que também deve ser valorizado em uma dinâmica de cultura do debate.”

   Assim, um olhar cuidadoso na preparação das aulas, na exibição dos filmes e na discussão com os alunos é fundamental para a construção de conhecimento junto aos jovens. Diante do desafio que é trabalhar o cinema em sala de aula, o site “Curta Na Escola” vem apoiando educadores nessa tarefa.

   Com cerca de 400 vídeos disponíveis, o portal reúne curtas-metragens brasileiros com indicações e sugestões de uso em sala de aula. Cada obra é apresentada com uma ficha que indica os temas abordados, as disciplinas relacionadas, a faixa etária adequada, entre outras informações. Os materiais disponíveis no site são gratuitos e de uso livre, desde que não haja uso comercial.

   O site também se propõe a ser uma comunidade nacional de aprendizagem, na qual professores trocam experiências sobre o uso do audiovisual dentro da sala de aula. Atualmente, a plataforma conta com quase mil relatos de educadores e cerca de 500 planos de aulas sugerindo possíveis abordagens, também criados pelos professores.

   Reunindo apenas produções nacionais, o Curta Na Escola busca dar visibilidade à ampla criação de curtas-metragens no país, que nem sempre possui espaço de veiculação nos cinemas e na televisão. A diretora pedagógica do Instituto Paramitas, um dos responsáveis pela iniciativa, Mary Grace Andrioli explica que o objetivo do site é “valorizar nossa cultura e colaborar com o professor por meio de recursos audiovisuais que podem complementar com muita qualidade o trabalho desenvolvido, respeitando a proposta pedagógica de cada escola”.

     Fonte: Centro de Referências em Educação Integral

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •      O Cinema Archipiélago é uma balsa/auditório projetada para flutuar no mar, permitindo o lançamento do Festival Film on the rocks Yao Noi, na Tailândia, organizado por Apichat-Pong Weerasethakul e Tilda Swinton. A balsa é projeto do arquiteto alemão Ole Scheeren. O festival é ralizado em março, convertendo-se em um lugar de encontro para a arte e o cinema.  (continua)


  •    Jean-Paul Belmondo é filho do renomado escultor parisiense Paul Belmondo (1898-1982) e da dançarina Madeleine Belmondo. É também conhecido como Bébel. Na juventude, não foi muito bem nos estudos, mas desenvolveu uma grande paixão pelo box e pelo futebol. Pensou em se tornar boxeador profissional, mas desisitiu após duas lutas...   (continua)


  •    A cena final do filme "O fabuloso destino de Amelie Poulain" fecha com chave de ouro tão bela obra. A sincronia e cumplicidade do casal na bicicleta é inefável!  Música do habilidoso Yann Tiersen.



  •    Tom Jobim fala da sua 'casa' en NY, toca piano e recita um poema para Radamés Gnatalli.  Adoro este filme. Recomendo.


  •      "Tears of Steel" é um curta metragem de ficção ambientado em uma Amsterdã futurista, que foi dirigido e escrito por Ian Hubert. O filme foi realizado através de financiamento crowd-funding por usuários da ótima ferramenta Open Source de criação 3D Blender. Impressionante!


  •    Uma das músicas mais conhecidas do grupo Palavra Cantada, entoa que “Criança não trabalha, criança dá trabalho”. Diversos estudos (e a mais importante de todas, a observação do comportamento dos pequenos) comprovam a importância das brincadeiras para o desenvolvimento infantil, tanto...   (continua)


  •    O Tempero da Vida conta a história de um menino que cresceu em Istambul, cujo avô, um filósofo culinário e mentor, o ensina que tanto a comida quanto a vida, requerem temperos para adicionar-lhe sabor e especialidade. Por causa da guerra, sua família se muda para a Grécia. Fanis cresce e se torna um grande...   (continua)


  •    O ser humano tem um recurso admirável em sua natureza psíquica – a capacidade de brincar, a função lúdica do ‘Eu’. Esse recurso existe nas brincadeiras das crianças, e prossegue na possibilidade do adulto usar o brincar para obtenção do prazer, e para “tolerar experiências dolorosas”. É comum usar o...   (continua)


Copyright 2011-2021
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília