Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 

Posição ao dormir revela qualidade da relação?

Enviado por Gilberto Godoy
posicao-ao-dormir-revela-qualidade-da-relacao-

   A posição na hora de dormir diz algo sobre a qualidade do seu relacionamento? Segundo uma pesquisa realizada no Reino Unido, sim. O resultado vem de uma série de pesquisas realizadas com mil pessoas durante o Festival Internacional de Ciência de Edimburgo, dirigidas pelo psicólogo Richard Wiseman, professor da Universidade de Hertfordshire. Demonstrar afeto ao compartilhar uma cama com seu amor torna uma relação bem mais feliz.

   Não é à toa que dizem que o lugar mais cômodo do mundo era o colo de uma mãe. Seguramente, mas para aqueles que cresceram talvez tenha outro lugar diferente. Acaso existe algo melhor do que estar na cama aconchegado de conchinha com a pessoa que a gente ama?

   Para o desenvolvimento do estudo pediram aos pesquisados que descrevessem a maneira em que dormiam com seus parceiros, ademais deviam indicar traços de sua personalidade e a qualidade da relação que mantinham. Comportamentos indicam as características e funções de muitas coisas, entre elas a qualidade de uma relação amorosa.

   Claro que um único aspecto da relação não pode fechar uma avaliação da qualidade, nem da funcionalidade de uma relação amorosa, mas alguns comportamentos falam alto. Afinal, 'quando não se ama, não se olha nos olhos, não se beija bem nem se dorme de conchinha!'.


     Fonte: University of Hertfordshire - http://www.herts.ac.uk/about-us/news/research-reveals-what-your-sleeping-position-says-about-your-relationship

Comentários

Comente aqui este post!
Clique aqui!

 

Também recomendo

  •    Nas relações humanas no trabalho, existem apenas 3 regras: número 1: colegas passam (e chefes também), mas inimigos são para sempre. A chance de uma pessoa se lembrar de um favor que você fez a ela vai diminuindo à taxa de 20% ao ano. Cinco anos depois, o favor será...   (continua)


  •    De acordo com Moran Cerf, neurocientista da Universidade Northwestern que estuda a tomada de decisões há mais de uma década, a maneira mais segura de maximizar a felicidade não tem nada a ver com experiências, bens materiais ou filosofia pessoal.   (continua)


  •    Você já deve ter ouvido, alguma vez, aquela historinha da galinha e do porco que conta sobre a diferença entre estar envolvido e estar comprometido. Ou seja, a galinha está envolvida numa omelete porque cede o seu ovo, parte de si mesma para que a omelete aconteça; e o porco está...   (continua)


  •   Em maio de 1955, a revista Housekeeping Monthly publicou um artigo chamado “o guia da boa esposa”, que ditava o que a mulher deveria fazer para ser boa com seu marido e filhos. É difícil de acreditar mas é interessante olhar para o passado e ver como nossa cultura continua a mudar.
    1. Tenha o jantar sempre pronto. Planeje com antecedência. Esta é uma maneira de deixá-lo saber que se importa com ele e com sua necessidades; 2. A maioria dos homens estão com fome quando chegam em casa, e esperam por...   (continua)


  •    Se você acha que é mais fácil negar um pedido de amizade online do que evitar uma pessoa cara-a-cara, você não está sendo tão “misericordiosa” assim: esse tipo de exclusão dói tanto quanto o outro. Segundo um novo estudo, pessoas que são excluídas por outras online, como nas...   (continua)


  •    A fim de reduzir o número de divórcios, garantir a manutenção dos filhos e agilizar os trâmites administrativos em caso de uma ruptura a assembléia legislativa do Distrito Federal, no México discutirá a proposta de casamentos renováveis.   (continua)


  •    Depois de muito meditar sobre o assunto concluí que os casamentos são de dois tipos: há os casamentos do tipo tênis e há os casamentos do tipo frescobol. Os casamentos do tipo tênis são uma fonte de raiva e ressentimentos e terminam sempre mal.   (continua)


  •    Raymundo de Lima
       Há um grave e silencioso problema social entre homens e mulheres em nosso tempo: o temor de passarem dos 30 anos e ficarem solteiros. Hoje, de Nova York a Cingapura, passando por Maringá, não conseguir encontrar a alma gêmea...   (continua)


  •    A internet mudou a vida para melhor. É comum conhecer alguém pelas redes sociais. Pela web, dá para fazer perguntas essenciais e chegar ao primeiro encontro sabendo até quantos implantes alguém tem na boca – algo que facilita a intimidade.   (continua)


  •    O amor é química, emoção, sentimento e, sobretudo, metafísica. Ao menos esta última deduzimos da história vital de um casal californiano, que se casou há 62 anos e cumpriu sua promessa de viver juntos até que a morte os separasse.   (continua)


  •    Ninguém duvida que o casamento representa uma boa mudança nas contingências de vida de um casal. Hábitos, comportamentos encadeados mudam significativamente. As mudanças que devem enfrentar e o processo de adaptação que exige compartilhar sua vida...   (continua)


  •    A promessa "até que a morte nos separe" é cada vez menos cumprida pelos casais. A possibilidade de se divorciar com mais facilidade e ter a esperança de iniciar uma nova vida com outra pessoa faz com que muitos relacionamentos acabem. De acordo com o IBGE...   (continua)
       * Veja sobre Psicólogo Brasília na Clínica Brasília de Psicologia ou AQUI.


Copyright 2011-2019
Todos os direitos reservados

Até o momento,  1 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília