Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

 
Filtro:
psicologia [x]
  •    Quanto valemos? Quanto valem nossos comportamentos? "Um dia um jovem rapaz desanimado com a vida e com as pessoas, procurou um filósofo para ajudá-lo e disse: - Venho aqui professor porque me sinto inútil, não tenho ânimo. Dizem que...   (continua)
     

  •    Entre as preciosidades encontradas na biblioteca da Sociedade Sigmund Freud está essa entrevista. Foi concedida ao jornalista americano George Sylvester Viereck, em 1926. Deve ter sido publicada na imprensa americana da época.   (continua)

  •      Marcus Bentes de Carvalho Neto, Universidade Federal do Pará

       Há diversas práticas culturais envolvidas no que se convencionou chamar de “Psicologia Comportamental” ou simplesmente de “Behaviorismo”. O presente trabalho desenvolve o argumento de Tourinho (1999), em favor de uma classificação onde a Análise do Comportamento seria a área mais... (continua)

  •     Nilza Micheletto e Tereza M.A. Pires Sério, Pontifícia Universidade Católica de SP.
       Uma antiga e bastante difundida crítica ao behaviorismo radical de Skinner refere-se à concepção de homem que estaria implícita nesta perspectiva. Parece ser primordialmente com esta crítica que Skinner se preocupa em About Behaviorism (1974/1976) e as diversas...    (continua)

  •    É muito frequente o questionamento sobre autoconhecimento. O que é, como se faz para aumentar o nosso potencial de nos conhecermos melhor, entre outras coisas. O texto a seguir, de Débora Dias, ajuda bastante a compreensão do tema.   (Continua)

  •    “Todo comportamento, acredito, é modelado por contingências. Atendemos a conselhos e seguimos regras por causa das conseqüências reforçadoras que se seguiram quando assim agimos no passado. Mas o comportamento indicado pelo conselho ou pelas regras tem outras conseqüências.   (continua)

  •    Em 2004 uma equipe de médicos de Taiwan informou sobre o caso de uma mulher de 41 anos que atingia o orgasmo a cada vez que escovava os dentes. Nenhuma outra atividade ou variante, como escovar sem pasta ou tocar os dentes com a mão, disparava o efeito. Os médicos descobriram que a causa estava em...   (continua)

  •    Existem muitas coisas erradas com o mundo hoje, mas elas não perturbam a todos. Superpopulação, esgotamento e poluição do meio ambiente, e até mesmo a possibilidade de uma guerra nuclear são freqüentemente desconsiderados como se forem assuntos para um futuro razoavelmente distante. Pobreza, doença e violência são problemas atuais, mas não para todos.   (continua)

  •    A história do comportamento humano, se considerarmos o início com a origem da vida na terra, é possivelmente superada em amplitude apenas pela história do universo. Assim como o astrônomo e o cosmologista, o historiador trabalha apenas com a reconstrução do que pode ter acontecido, ao invés de revisar os fatos registrados.   (continua)

  •    Muita gente ensinou… Muita gente aprendeu… que as sessões de terapia têm uma lógica. Como uma história que tem começo, se desenvolve e avança para um desfecho. Dentro dessa perspectiva, o terapeuta deve conduzir o enredo, dar-lhe coerência e significado e manter o curso encadeado da vida...   (continua)

  •    Lista de duzentos filmes com temas e histórias relacionados a psicologia.

       10 horas até o Paraíso:
       O fisiculturista Dennis, de 38 anos, gostaria de encontrar o verdadeiro amor. Ele nunca teve uma namorada e vive sozinho com sua mãe em um subúrbio de Copenhagen. Quando seu tio casa com uma moça da Tailândia...   (continua)

  •    O Homem sempre se esforçou para explicar seu comportamento procurando suas causas. Os historiadores e biógrafos buscaram as origens das conquistas humanas nas condições de nascimento, clima, cultura e contatos pessoais, e alguns deles incluíram filósofos e ensaístas em generalizações mais amplas. A ciência naturalmente trabalhou na mesma direção.   (continua)

  •    De modo genérico, o termo comportamento refere-se à atividade dos organismos (animais, incluindo o homem), que mantêm intercâmbio com o ambiente. Essa atividade inclui os movimentos dos músculos estriados e dos músculos lisos, e a secreção das glândulas. Na linguagem cotidiana, frequentemente nos referimos aos comportamentos que envolvem a musculatura estriada como comportamentos voluntários...  (continua)

  •    Construímos o que chamamos de autoconceito baseados em uma aprendizagem social-familiar nem sempre muito "conscientes" e, geralmente, recheada de controle avesivo. A autopercepção negativa não é fácil ser mudada mas é preciso se comportar na direção de ampliar nosso conhecimento de nós mesmos e do mundo. Autoconhecimento é a chave da muitas portas, entre elas a da autonomia e da 'liberdade'.   (continua)

  •    Os terapeutas comportamentais geralmente consideram que a grande maioria dos comportamentos infantis é controlada pelas contingências ambientais familiares. Nessa medida, ao tentarem auxiliar uma criança emocionalmente desajustada, tais profissionais buscam a alteração dessas contingências, atuando sobre a família. A proposta do...   (continua)

  •    O texto pretende alcançar dois objetivos principais, a saber: 1) esclarecer o significado de algumas intervenções comportamentais, abrangidas pelo modelo triádico no qual há no mínimo três pessoas envolvidas no trabalho terapêutico de uma criança (psicólogo, mediador e alvo); 2) mostrar como a maior compreensão da Terapia Comportamental familiar levou a ampliação do modelo de modo a incluir uma diversidade intervenções.   (continua)

  •    A Clínica Brasília de Psicologia tem compromisso com a saúde integral do indivíduo e o desenvolvimento de uma sociedade mais justa. Realizamos atendimentos psicológicos individuais, atendimentos em domicílio, terapia de casal, cursos diversos na área de psicologia e cultura, avaliação neuropsicológica, assessoria em psicologia, supervisão clínica, encontros científicos e mais. Conheça nossos serviços e nossa política de qualidade:  www.cbrasilia.com.br

  •    Nas vésperas do Natal de 1986 eu era Vice-Reitor da Universidade de Brasília. Estando o Reitor Cristovam Buarque de férias, estava eu no exercício da Reitoria quando minha colega e ex-aluna Deisy das Graças de Souza me trouxe uma cópia de um artigo (Glenn, 1986) que acabara de ser publicado. Era o Metacontingencies in Walden Two da Sigrid Glenn. Estávamos em plena Constituinte, a Constituição que seria aprovada em 1988 estava sendo elaborada.   (continua)

  •    Uma entrevista não-publicada concedida por B. F. Skinner a Emilio Ribes-Iñesta em 25 de janeiro de 1990 com B. F. Skinner. Tradução: Emilio Ribes-Iñesta. 1) Por que você escolheu o modelo reflexo – radicalmente modificado – para formular a taxonomia e a metodologia fundamentais para o desenvolvimento de uma teoria sobre o comportamento?  Skinner: Eu fiquei interessado em reflexos após...    (continua)

  •      O conceito de macrocontingência foi proposto por Maria E. Malott e Sigrid S. Glenn para tratar de assuntos que envolvem comportamentos individuais que se tornam um problema social dependendo no número de pessoas que se comportam. Uma pessoa fumando pode passar despercebida em uma atividade pública, mas quando muitas fumam ao mesmo tempo o ar fica irrespirável.   (continua)

Copyright 2011-2018
Todos os direitos reservados

Até o momento,  16351932 visitas.
Desenvolvimento: Criação de Sites em Brasília